Cesta da Tribuna
O sonho não acabou

O Campo Mourão Basquete está fora das quartas-de-final do NBB9. Jogou sua última partida da competição 2017-2018 na terça-feira, finalizando uma temporada quase perfeita para uma equipe iniciante. Mas como bem se expressou o técnico Emerson, a próxima temporada já começou, com a busca de melhorias na estrutura da equipe. Nesta coluna e nas próximas faremos uma análise detalhada de tudo que aconteceu neste ano inesquecível.

Épico

A série de jogos contra o Vitória foi digno de roteiro de filme. Começamos perdendo dois jogos, sendo que o segundo deles, tínhamos a partida na mão ao abrir 18 pontos de diferença e deixamos a virada acontecer. Depois duas vitórias emocionantes que forçaram o quinto e decisivo jogo. Ainda com a derrota na última partida e a desclassificação, todos, imprensa e torcida são unânimes em exaltar a qualidade e emoção das partidas disputadas.  

Recorde

E teve novo recorde de audiência que foi comemorado entusiasticamente pelos narradores. O jogo 5 entre Campo Mourão e Vitória teve transmissão ao vivo pelo Facebook e atingiu a marca de 115 mil espectadores graças ao envolvimento da nossa comunidade. Assim, o nome de Campo Mourão e seus parceiros está sendo divulgado positivamente pela internet mundo afora. Que orgulho deste time.

Definidas as séries

Pinheiros venceu a série com o Vasco por 3x2 e vai enfrentar o Flamengo, enquanto nosso algoz, Vitória joga contra o Mogi. Franca disputa a série contra o Paulistano, que faturou o Basquete Cearense, também em cinco jogos. E na outra disputa pela vaga na semifinal, Bauru, que varreu Macaé por 3x0, enfrenta o Brasília.

A campanha

O caçula da NBB, como foi carinhosamente apelidado no meio esportivo, o Campo Mourão Basquete, fez 28 partidas na fase de classificação, tendo vencido 13 e perdido 15. Essa campanha lhe valeu a décima colocação e uma vaga nos playoffs em sua primeira temporada, feito grandioso, sobretudo para uma equipe proveniente de uma cidade de pouco mais de 90 mil habitantes, a menor dentre as participantes da Liga Nacional. A equipe ficou conhecida também pelas suas atuações fora de casa, a tal ponto de ser apelidada de “visitante mal educado”. A décima posição fez com que enfrentássemos o Vitória (BA), e como já descrito, por pouco o Campo Mourão Basquete não consegue uma vaga entre as oito melhores equipes do Brasil.