Economia

Itaú Unibanco repassa redução do Copom para juros de crédito

O Itaú Unibanco anunciou o repasse integral do corte de 1 ponto porcentual na taxa Selic, divulgado nesta quarta-feira, 12, pelo Comitê de Política Monetária (Copom), nos juros de suas linhas de crédito para pessoas física e jurídica. A aceleração da redução da taxa básica de juros da economia, na visão do presidente do banco, Roberto Setubal, indica o comprometimento do Banco Central com uma política monetária expansionista para fortalecer a economia brasileira.

"Todos nós queremos um cenário de crescimento sustentável na economia e um ambiente favorável para a atividade econômica, a geração de empregos e melhores condições para a sociedade em geral. A aceleração do corte da Selic promovida pelo Banco Central é um importante passo nesse sentido", destacou o executivo, em nota à imprensa.

Setubal afirmou ainda que o Itaú Unibanco está preparado para dinamizar a oferta de crédito conforme uma trajetória "consistente" de queda na percepção de riscos e da taxa de juros

Reduções 

As novas taxas passam a valer a partir do dia 18 de abril e vão impactar, de acordo com o banco, todos os clientes que usam o empréstimo pessoal e cheque especial. No caso das micro e pequenas empresas, haverá redução nas taxas do cheque especial e capital de giro.

Os clientes que têm cheque especial, cerca de 1,2 milhão de pessoas com histórico de pontualidade e bom relacionamento com o banco terão, ainda, uma redução de 3 pontos porcentuais na taxa. O banco lembra que anunciou recentemente corte médio de 4 pontos porcentuais em suas taxas do rotativo do cartão de crédito. Desde o início de abril, as taxas variam de 1,99% a 9,90% ao mês Os juros do parcelamento foram reduzidos em torno de 2 pontos porcentuais, ficando entre 0,99% e 8,90% ao mês. Na semana passada, o Itaú também diminuiu sua taxa de crédito consignado, passando a operar com valores a partir de 2,14%.