Campo Mourão

Sanepar vai recolher lixo da estrada velha para Farol

Moradores descartam até eletrodomésticos inutilizáveis nas margens da estrada. (Foto: Clodoaldo Bonete/Tribuna do Interior)

Uma força tarefa envolvendo funcionários da Sanepar, secretaria de Meio Ambiente de Campo Mourão, Instituto Ambiental do Paraná, Emater, UTFPR, Fecilcam, entre outros parceiros vai fazer a limpeza da estrada velha de Farol que dá acesso ao ponto de captação de água da Sanepar, no Rio do Campo. A mobilização será neste sábado (20), a partir das 8h30.

Em vários trechos da estrada há uma grande concentração de diversos tipos de lixos, como entulhos de construção civil, resíduos domésticos, recipientes (garrafas), aparelhos eletroeletrônicos, entre outros. “Hoje existe um desrespeito de alguns moradores que procuram aquela área para descartar lixo”, lamentou o gerente regional da Sanepar de Campo Mourão, Edson Lima.

Além da coleta de lixos, será realizado também o plantio de diversas mudas de árvores no local e instaladas placas indicativas alertando para proibição do descarte de lixo na região. O gerente da Sanepar comentou que os dejetos depositados no trecho podem facilmente ser levados para o rio com as chuvas mais fortes. “Para manter a qualidade da água e prevenir este risco estamos fazendo esta atividade importantíssima junto a outros parceiros”, falou.

Lima comentou que o município já realizou serviços de limpeza com máquinas no local e que agora será feito um trabalho mais minucioso com a coleta manual dos dejetos. Os restos recolhidos terão a destinação correta. “A empresa Casali que está participando das ações estará recebendo estes materiais”, falou.

O gerente estima que cerca de três caminhões de entulhos deverão ser retirados da área. “Vamos fazer até o percurso do encruzo dos rios, um ponto que a comunidade conhece bem”, frisou. A ação já faz parte da programação da semana do Meio Ambiente, que será realizada no município de 1º a 6 de junho. “Estamos fazendo agora para que possamos trabalhar com o máximo de pessoas possível”, explicou.

Lima orienta ainda a população a evitar desovar entulhos ou qualquer outro tipo de lixos na área. Segundo ele, os moradores da região podem colaborar fazendo denúncias à prefeitura caso flagrem o descarte irregular de lixo. “É uma falta de respeito as pessoas jogarem lixo no local e falta de consideração com a própria necessidade, tendo em vista que isso pode afetar a qualidade da água captada para o consumo da população”, emendou Lima.