José Eugênio Maciel
Aécio e Senado não prestam

Em política, o importante não é ter razão, mas que a deem a alguém

Konrad Adenauer

 

            Ao Senado cabia tomar a decisão política, é essencial do parlamento a política. Assegurado o amplo direito de defesa, no caso mera formalidade, o Senado deveria cassar Aécio Neves (PSDB-MG) pela falta de decoro, por razões políticas ele não poderia continuar sendo senador, tanto de noite quanto de dia.

Há meses o punga Romero Jucá (PMDB-RR), pego numa ligação telefônica, disse “é preciso estancar essa sangria”, referindo-se à operação Lava a jato. Para o bem da corja senatorial e péssimo para o Brasil, Aécio está são e salvo. São 44 senadores investigados pela Justiça que votaram pelos mesmos interesses escusos.

Nem é preciso rememorar os fatos envolvendo Aécio pedindo dinheiro a turma ladra da JBS, imagens do amigo próximo recebendo a grana e a irmã do tucano, que chegou a ser presa, nada disso foi suficiente para cassá-lo.

O chamado foro privilegiado é tão amplo e estimulador à prática de ilicitude que, não importa qual seja ele, vai para o Supremo e lá dorme em berço esplêndido.

Tem casos de parlamentares homicidas, mandantes e comandantes de crimes que continuam a exercer mandatos públicos! Com que moral?!

Não poderiam ser cassados em razão do mandato, tais como nos casos de crime de opinião ou qualquer cerceamento da sua atuação no cargo público.        

Mandato público de há muito tem sido alcançado – com o voto do povo – como escudo para não sofrer restrições, muitos parlamentares apanhados roubando dinheiro público e outros crimes comuns a eles, tão comuns quanto livres para prosseguir nas práticas delituosas.

“Ficha-Limpa!”. Sim ou não, e o mandato sujo?! 

Fases de Fazer Frases (I)

            É o Aécio o ócio do Senado. 

Fases de Fazer Frases (II)

            É o Senado o osso do Aécio.

Fases de Fazer Frases (III)

            É o cio. É o cioso. São má ciosos.

Fases de Fazer Frases (IV)

            Dia de ontem não se adia. Há o dia de ontem. É a tarde tardia?

Fases de Fazer Frases (V)

            A demora em compreender e perdoar eleva o fardo do sofrimento.

Fases de Fazer frases (VI)

            O degrau mais importante é o primeiro ou o último? Depende. Subindo ou descendo?

Olhos, Vistos do Cotidiano (I)

            Fila do banco, uma senhora me observa quando inicio a leitura da Tribuna (costumo ler bem cedo mas não deu tempo). O tempo passa e eu continuo lendo. O passa tempo daquela senhora é simpaticamente me observar. Nada de me incomodar. A certa altura resolvo oferecer o exemplar para ela, “pode ficar para a senhora!” – disse-lhe.

            Para a minha enorme surpresa, ela considerou um enorme presente, que leria em casa a manhã toda, “com muita alegria, sempre gostei de ler, mas nunca achei que ganharia um jornal, obrigada”.

            A vida é, basta notar, em muitos fatos, simples, como a jornada que torna conhecidos quem há pouco sequer pareciam existirem um ante a outro.

Olhos, Vistos do Cotidiano (II)

            A confeiteira conta o sonhos para uma pessoa. Em seguida vende alguns deles.

Olhos, Vistos do Cotidiano (III)

            É notícia. É o testemunho dos fatos recentes: árvores derrubadas pelo vendaval!

E as matas, florestas dizimadas pela ação do homem?

Olhos, Vistos do Cotidiano (IV)

            Mágoas. Magoas. Águas que aguam. Vão e vem. Evaporam.

Caixa Pós-tal

“Moral da História: As estrelas necessitam da treva para revelar todo o seu brilho”, escreveu o poeta Oswaldoir Capeloto, sobre a Coluna anterior, A LUZ MAIS IMPORTANTE NAQUELA AULA.    Por se referir ao Colégio Estadual, muitos estudantes e professores comentaram sobre o texto.     

Reminiscências em Preto e Branco

            Se o tempo cura todas as feridas, é o contratempo que as abre.