Sociedade e Desenvolvimento
Empreendedorismo na veia

"Nenhum projeto disruptivo foi realizado sem risco. Deve-se estar disposto a arriscar sempre" – James Cameron

Nesta semana, de 6 a 11 de novembro, realizamos um evento de empreendedorismo universitário inédito em Campo Mourão. Mas o Empreende Week – Soluções para a Cidade começou a ser plantado ainda no primeiro semestre.

Nossa crença é que podemos fazer com que os jovens universitários que vem de vários estados estudarem aqui em Campo Mourão fiquem aqui após sua formatura. E melhor, empreendendo.

Hoje temos quase 10 mil jovens no Ensino Superior em Campo Mourão. Esforços e investimentos como a implantação do então Cefet, a criação do Integrado e Unicampo por empresários locais, a transformação da Fecilcam em Unespar foram decisivos para isso. Atraem estudantes de vários estados do Brasil.

Agora, temos que dar um passo adiante. Manter esses jovens em Campo Mourão, com empresas de tecnologia, empregos de valor agregado e geração de conhecimento locais será fundamental para uma transformar nossa economia regional.

Acreditamos que o Poder Público deve ser o grande indutor desse processo. Por isso, desde o início do ano, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, estivemos em todas as faculdades instigando os alunos e professores a “sair às ruas”, conhecendo problemas locais e propondo soluções.

Começamos com as dificuldades da própria Prefeitura. Levantamos necessidades de algumas secretarias e alguns alunos, orientados, passaram a propor soluções. Já temos aplicativos prontos para a Diretoria de Trânsito e Vigilância Sanitária.

O Empreende Week foi o segundo passo. Propusemos às 4 Faculdades presenciais o desafio: montar grupos de estudantes para passarem uma semana pensando e propondo soluções para a cidade em dois eixos: Urbanismo e Meio Ambiente, ou Soluções para a Sociedade.

Tínhamos capacidade para 8 grupos. Inscreveram-se 20. Os selecionados tiveram uma semana intensa de Oficinas, Palestras, Mentoria. Após um preparo de 3 dias, entraram em uma maratona de ideação para propor seus projetos.

O clima gerado com esses jovens durante a semana foi arrepiante. Envolvimento, compromisso, brilho nos olhos, vontade de não sair da sala para terminar o projeto. Enfim, no sábado à tarde, chegou a hora da Banca de Avaliação.

E o que vimos foram projetos muito acima de qualquer expectativa. Desde ideias simples e funcionais para questões como trânsito e coleta de resíduos, até aplicativos para a área de saúde e conservação de energia.

Os projetos serão objeto de divulgação pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico nos próximos dias. Mas, independentemente da particularidade de cada um, já temos a convicção que estamos criando um ambiente de inovação, tecnologia, troca de conhecimento, e principalmente, empreendedorismo entre os jovens.

O projeto prevê próximos passos, como a incubação das start-ups no Centro de Inovação e Empreendedorismo – Ceitec, a implantação das soluções no município de Campo Mourão como validação destas, a busca de mentores e investidores para que as empresas nascidas aqui prosperem no mercado.

Nossa utopia é que os jovens venham estudar em Campo Mourão, e, contagiados por um ambiente empreendedor, transformem suas ideias em Negócios, iniciem aqui suas Start-ups, e gerem empregos de alto nível em nossa Cidade. Assim, teremos um virtuoso ciclo de educação gerando empreendimentos, que investem no município, que atrai mais talentos, que estudam e empreendem aqui.

Carlos Alberto Facco - Secretário de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão | [email protected]