Tribuna Fashion
Mães da moda

Histórias de mães. Mães da História da Moda.

Nem a Moda seria a Moda sem a existência de “Mães”.

 

Jeanne Lanvin

Estilista francesa e uma das mães mais representativas da história da moda como um todo. Jeanne fez sua marca crescer junto ao amor de sua filha.

Dona de uma chapelaria em Paris desenhava e costurava vestidos -  como de bonecas -  com bordados ingleses magníficos para a sua pequena.

Com o crescimento do interesse de suas clientes pelos trajes infantis, começou a aceitar encomendas. A grande idéia foi fazer vestidos casados para mães e filhas

Sua filha única, Marguerite di Pietro (conhecida como Marie-Blanche), a maior inspiração de sua carreira, ganhou de presente de aniversário de 30 anos um perfume que veio eternizar a marca Lanvin .

Um desenho inspirado nesse amor de mãe que tanto contribuiu na libertação, disseminação e crescimento do mundo da moda do século XX.

Retrato que inspirou desenho que seria mais tarde a logo da Maison.

 

Zuzu Angel


Primeiro, reconhecida como mãe. Depois como a estilista que mais beneficiou o cenário da moda no Brasil.

Conhecida nacional e internacionalmente, Zuleika Angel Jones, genitora do militante político Stuart Angel Jones, teve sua vida marcada por sucesso de moda e tristeza de mãe.

Com a chegada dos anos 70, suas criações tiveram ascensão e seu filho teve a morte. Stuart foi torturado, morto e dado como desaparecido pelas autoridades.

Em uma guerra contra o regime para a recuperação do corpo de seu filho, Zuzu criou uma coleção estampada com os seus sentimentos: manchas vermelhas, andorinhas pretas engaioladas e motivos bélicos, além do anjo, ferido e amordaçado, representando seu filho.

Realizou um desfile – protesto no consulado do Brasil em Nova Iorque onde ficou conhecida mundialmente pela sua história e pela sua coleção. 

Zuzu ao lado de um dos Modelos de sua Coleção - Protesto

Zuzu mostrou a sua luta e o seu amor de mãe através da moda que fazia.

 

Victoria Beckham


Ex Spice Girl, mulher de David Beckham e mãe de nada mais, nada menos, quatro filhos.

Victoria ficou mundialmente conhecida nos anos 90 pela sua integração na febre musical Spice Girl.  Nessa época, era conhecida como “Posh”, justamente por ser a mais vaidosa e a que melhor se vestia do grupo.

Depois de abandonar o mundo musical e de abraçar a carreira de mãe de Romeo, Brooklyn, Cruz e Harper decidiu definitivamente entrar para o Mundo Fashion.

Com uma marca que leva seu nome, veste grandes celebridades como Madonna.

Além de ser uma descoberta no mundo da maternidade, a editora da revista Vogue, Anna Wintour, a considerou uma descoberta no Mundo da Moda.