Campo Mourão

Ação educativa de trânsito foi recusada em dois bares de Campo Mourão

A blitz educativa “Se liga no trânsito”, voltada a conscientizar frequentadores de bares sobre os riscos de beber e dirigir, foi recusada em pelo menos dois estabelecimentos de comércio noturno na semana passada. A ação faz parte da programação do Movimento Maio Amarelo, que tem como objetivo reduzir o alto índice de acidentes de trânsito na cidade. Dos três locais visitados, apenas um aceitou a blitz.

A ideia da equipe do Maio Amarelo era utilizar artistas da Casa da Cultura para abordar os frequentadores com “recados” entregues nas mesas pelos garçons como se alguém estivesse interessado na pessoa. Diante de um interesse, quem iria aparecer seria um artista vestido de “morte” dizendo que estava ali para levar o indivíduo para casa. “Seria uma forma descontraída e lúdica de tratar o assunto, com a abordagem realizada primeiro pelo artista e só depois com a PM para as orientações e o teste não oficial com o etilômetro”, lembra o tenente Duarte, da Polícia Militar.

Entretanto, proprietários de dois estabelecimentos não aceitaram, alegando que esse tipo de ação afasta os clientes. O proprietário de um dos bares chegou a ofender integrantes da equipe da Ciretran e Diretran. “É lamentável que uma ação de conscientização e até descontraída, com servidores do município trabalhando fora de horário de expediente, não tenha a colaboração de algumas pessoas, principalmente considerando o alto índice de acidentes de trânsito com vítimas que a cidade registra”, observou Paula Emanuela Félix, do setor de educação de trânsito da Diretoria de Trânsito da prefeitura.

Em entrevista à TRIBUNA, o tenente Duarte acrescentou que embora cause algum transtorno, ações educativas fazem parte do trabalho de prevenção a acidentes, que diariamente faz vítimas no trânsito. “A gente fica preocupado quando encontra esse tipo de resistência. Se não há colaboração da comunidade para ações educativas voluntárias, a alternativa que se apresenta é a intensificação da fiscalização no trânsito com blitz noturnas”, alerta o policial.

Este ano o slogan do Maio Amarelo é “No trânsito o sentido é a vida”, voltado a conscientizar que todos estão inseridos no trânsito, seja como pedestre ou condutor de qualquer tipo de veículo. Nesta semana serão realizadas ações voltadas a pedestres na área central, sempre das 11 às 12 horas. Além da PM e Diretran, fazem parte do movimento a 8ª Ciretran, Corpo de Bombeiros, Tiro de Guerra, Secretaria Municipal de Saúde, Fundação Cultural e policias rodoviárias Estadual e Federal.