Esportes

Após folga, Marinho se reapresenta ao Santos com conjuntivite

Uma conjuntivite do atacante Marinho é o único contratempo do Santos na retomada da preparação do elenco para a sequência da temporada. Nesta segunda-feira, na volta do grupo após um período de 11 dias de folga, o médico Ricardo Galotti revelou o problema com o jogador.

De acordo com ele, a situação não deve atrapalhar a participação de Marinho nas atividades da intertemporada. E após o treino de reapresentação no CT Rei Pelé, o jogador iria com um médico para uma consulta com um oftalmologista.

"Nenhum atleta voltou com problema. O Marinho está com uma conjuntivite. A gente vai levá-lo ao oftalmologista. Queremos manter o DM vazio. Focamos muito no trabalho preventivo de lesões, em cima do histórico de lesões dos jogadores, e isso tem dado certo. É um trabalho conjunto com preparação física e fisiologia", explicou Galotti.

De acordo com o médico, Marinho até fez uma consulta particular sobre o problema. Mas ele explicou que a situação não deverá impedir a participação do atacante nos treinos do clube. "O Marinho foi em um médico de fora, mas queremos que ele passe em um que já conhecemos para tratar conosco. Como é algo leve, ele não deve deixar de treinar", afirmou.

Contratado pelo Santos no fim de maio, após passagem pelo Grêmio, Marinho já disputou quatro jogos pelo clube, tendo sido titular nos últimos três. E deve ter ainda mais importância para o time no segundo semestre, em função da transferência de Rodrygo para o Real Madrid.

O Santos é o segundo colocado no Brasileirão com 20 pontos, a cinco do líder Palmeiras. O time só voltará a jogar em 13 de julho, quando visitará o Bahia, na Fonte Nova, pela décima rodada.