Política

Bolsonaro terá agenda limitada em Nova York

O presidente Jair Bolsonaro desembarca na segunda-feira às 16h40 (horário de Brasília) em Nova York, onde fará o discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) na manhã da terça-feira, 24. Até o momento, a agenda do presidente está limitada à realização do discurso, que acontecerá às 10h.

De acordo com o Itamaraty, ainda não está na agenda oficial um jantar com o presidente americano, Donald Trump, anunciado por Bolsonaro. O americano receberá chefes de Estado em um jantar na noite de segunda-feira, 23.

Bolsonaro ainda se recupera de uma cirurgia feita no último dia 8. A equipe médica do Planalto acompanhará o presidente na viagem. A imprensa não terá acesso à entrada do hotel Intercontinental, onde o presidente estará hospedado. Não há previsão de entrevistas aos jornalistas.

O discurso do presidente deve durar o tempo protocolar de 20 minutos.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, terá uma agenda paralela. Na segunda-feira, ela se reúne com outras primeiras-damas na missão diplomática do Paraguai. Na terça-feira, depois de acompanhar Bolsonaro na Assembleia Geral, ela vai a um evento da UNICEF.

A indígena Ysani Kalapalo, moradora de uma aldeia no Parque Indígena do Xingu, no Mato Grosso, irá acompanhar a comitiva brasileira. Ela foi convidada pelo presidente para viajar com a comitiva do governo aos EUA.