Região

Campanha de vacinação contra a gripe começa no dia 10 de abril

“Dia D” de vacinação está marcado para 4 de maio.
Em 2018 a Comcam registrou 19 casos de Influenza (gripe) e um total de 4 mortes pelo vírus

A campanha nacional de vacinação contra a gripe está marcada para começar no dia 10 de abril e seguir até 31 de maio. Neste ano o tradicional “Dia D” de vacinação está marcado para 4 de maio. Em 2018, a Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam) registrou 19 casos de Influenza (gripe) e um total de 4 mortes pelo vírus.

As mortes foram registradas nos municípios de Campo Mourão (1); Engenheiro Beltrão (1); Goioerê (1); e Nova Cantu (1). Já os casos confirmados foram em Araruna (1); Campo Mourão (10); Engenheiro Beltrão (1); Goioerê (3); Janiópolis (1); Juranda (1); Nova Cantu (1); e Roncador (1).

Do total de casos confirmados da doença, 10 foram de gripe H1N1; 7 de influenza A (H3); e dois de influenza não subtipado. A campanha de vacinação contra gripe do ano passado ficou abaixo da meta na região para as crianças de seis meses a menores de 5 anos e das gestantes. De acordo com a Regional da Saúde de Campo Mourão, no geral a vacinação alcançou 94,05% em 2018. A meta era imunizar 78.197 mil pessoas, mas foram vacinadas 73.547.

No grupo das crianças e das gestantes, o índice alcançado de vacinação foi de 85,58% e 79,51% respectivamente enquanto no ano passado, no fechamento da campanha, atingiu mais de 90% em todos os grupos prioritários.

Pertencem aos grupos de risco crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos; gestantes (em qualquer período gestacional); puérperas (mulheres que tiveram parto recente, em até 45 dias); trabalhadores da área da saúde; professores (rede pública e particular); idosos (mais de 60 anos de idade); populações indígenas e doentes crônicos.

Na região foram vacinadas no ano passado cerca de 16.416 crianças; 5.608 trabalhadores da saúde; 2.663 gestantes; 563 puérperas; 29 indígenas; 42.546 idosos; e 5.738 professores. A vacinação contra influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção do vírus da gripe e de suas complicações. A vacina é trivalente, ou seja, protege contra 3 tipos de vírus: dois de influenza “A” e um de influenza “B”.

A qualquer sintoma da doença, o paciente deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa. Os sintomas são: inflamação na garganta, febre alta, tosse, dores no corpo, fadiga e calafrio. Ao sentir esses sintomas, essencialmente febre, a pessoa deverá, imediatamente procurar a unidade de saúde mais próxima para o diagnóstico médico.

PARANÁ

No ano passado, de janeiro a julho, foram registrados 509 casos da doença no Paraná com 77 óbitos. Em 2018 foi o ano que as fake news contra a vacina da gripe mais influenciaram e as secretarias de saúde tiveram trabalho para convencer a população para se vacinar.