Policial

Campo Mourão registra 8 furtos em apenas 24 horas

As ações aconteceram em várias regiões da cidade.

A onda de furtos a residências e comércios em Campo Mourão, que foi tema de reportagem publicada pela TRIBUNA nesta terça-feira (12), fez nas últimas 24 horas pelo menos mais 8 vítimas no município. As ações aconteceram em várias regiões da cidade, como bairros e também na área central.

Conforme o boletim de ocorrência, repassado à imprensa pela Polícia Militar (PM), a ação dos marginais aconteceram em curtos intervalos de tempo dessa segunda (11) para terça-feira (12), variando entre a 50 minutos a 1 hora, uma da outra. Em um caso, dois furtos aconteceram simultaneamente em endereços diferentes.

Os furtos

Por volta das 07h10, uma equipe da Polícia Militar (PM) se deslocou até a Santa Casa para dar atendimento a um furto. Em contato com a solicitante, relatou que ao chegar pela manhã para trabalhar, encontrou um blindex da lateral da cantina arrombado. Do interior do estabelecimento foram furtados cerca e R$ 400,00.

Às 8 horas, a PM foi solicitada a comparecer na rua Edmundo Mercer, área central para dar atendimento a uma ocorrência de furto em comércio. O proprietário do local informou que por volta das 00h30 o alarme do estabelecimento disparou e quando chegou a porta estava arrombada. Do local foi furtado um notebook, bebidas e documentos.

Às 10 horas, uma equipe se deslocou até a Rua Pitanga, centro, para dar atendimento a outra ocorrência de furto a comércio. Em contato com a vítima, 30 anos, informou que chegou pela manhã e a porta de vidro estava arrombada. Foram furtados um secador de cabelos e duas pranchas.

Por volta das 11 horas, a policia compareceu a rua Francisco Ferreira de Albuquerque, área central, para dar atendimento a uma ocorrência de furto a residência. Em contato com a solicitante, 28 anos, funcionaria dos proprietários da casa, chegou pela manhã e percebeu que a televisão havia sido furtada. Nas imagens foi possível ver um indivíduo colocando algo para tampar a câmera, porém, não foi possível identificá-lo

Também às 11 horas, foi deslocada uma equipe até a Avenida Tancredo de Almeida Neves, Jardim Copacabana, para atender um furto a comércio. A vítima, de 28 anos, informou que tem uma loja de roupas na parte interna do antigo Big, que se encontra fechado para reforma. Ao chegar na loja, notou que estava faltando duas lâmpadas de emergência e ao verificar a gravação da câmera de segurança, visualizou os autores retirando as lâmpadas, rompendo os fios de energia elétrica. Os objetos foram enrolados em um pano e em seguida, colocados em uma caixa de papelão. Quando a vítima pegou o telefone para chamar a polícia, o autor devolveu os objetos, ameaçando a mesma.

Por volta das 23h40, a PM compareceu a rua Guarani, Lar Paraná, para atender outra ocorrência de furto a comércio. Em contato com a vítima, de 50 anos, a mesma relatou que ouviu um barulho e deparou-se com um indivíduo de posse de uma gaveta do caixa, já deixando o local de bicicleta. Foram levados documentos pessoais de sua filha, uma quantia em dinheiro em moedas e cartelas vale sorte.

Já por volta das 3h10 da madrugada, uma equipe da PM se deslocou até a rua Edmundo Mercer, área central, onde houve outro furto a comércio. A vítima, de 43 anos, informou que após ser notificada que o alarme do estabelecimento havia disparado, deslocou-se ao local se deparando com a porta do estabelecimento arrombada. Foram furtados do caixa cerca de R$ 50,00 em moedas.

Por fim, às 4h30, a polícia foi acionada a comparecer a rua Cândido Vieira, no jardim Nossa Senhora Aparecida, de onde foi furtada uma bicicleta. Em contato com o solicitante, de 19 anos, o mesmo informou que deixou a bike no quintal de sua casa e que ao sair para trabalhar, percebeu que a bicicleta havia sido furtada. Em todos os casos a PM realizou patrulhamento nas localidades, mas ninguém foi preso até o momento.