Campo Mourão

Contribuinte ainda pode doar parte do IR a entidades

A CTR, que atende adolescentes, é uma das entidades beneficiadas.

Contribuintes que têm Imposto de Renda a pagar ainda podem destinar parte do valor para entidades que atendem crianças e adolescentes em Campo Mourão. A pessoa física pode autorizar até 3 por cento e pessoa jurídica até um por cento. O prazo para entregar a declaração vence dia 30 de abril. Em vez de ir para os cofres do governo federal, o dinheiro vai para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente para ser investido em projetos de entidades cadastradas.

Em Campo Mourão, atualmente nove entidades são beneficiadas com esses recursos, que em 2018 totalizaram R$ 473,6 mil. Quem fez a autorização no fim do ano passado pode destinar até 6 por cento do IR devido. Já quem deixou para este ano o índice baixa para 3 por cento e só poderá beneficiar entidades que atendem crianças e adolescentes. Até o ano passado também poderia ser destinado ao Fundo Municipal do Idoso.

Segundo o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Wellington Souza, a arrecadação de outubro a dezembro de 2018 (referente a 2017) foi de R$ 263,9 mil. “Pedimos a colaboração das pessoas e empresas porque nossa cidade tem potencial de destinar até R$ 3 milhões para nossas entidades. Se o contribuinte não autorizar, esse recurso que poderia ajudar aqui vai para o governo federal”, explica o presidente.

Dos R$ 263,9 mil autorizados até o fim do ano passado, R$ 221 mil foram destinados para o Fundo Municipal do Idoso, que vão beneficiar o Lar dos Velhinhos Frederico Ozanam e a Casa das Fraldas. O presidente do CMDCA diz que o Conselho busca fazer um trabalho de conscientização e para isso é muito importante a participação dos contadores.

Os valores subsidiam projetos não governamentais, sem fins lucrativos, comprovadamente voltados à promoção, defesa e garantia dos direitos de crianças, adolescentes ou idosos. Atualmente são contemplados pela Campanha do IR projetos do Abrigo Provisório “Mão Cooperadora”; Apae; Associação Sou Arte; Associação de Karatê-do-Tradicional; Centro de Educação Santa Rita; Comunidade Terapêutica Redenção (CTR); Comunidade Terapêutica Lar Dom Bosco e Casa Lar Infantil Miriã. Na assistência ao idoso são beneficiados o Lar dos Velhinhos Frederico Ozanam e a Fundação Casa das Fraldas.