Esportes

Diego e Lincoln voltam a treinar com grupo e ficam mais perto de reforçar o Fla

Em fase final de recuperação de lesões mais sérias, sofridas no final de julho, o meia Diego e o atacante Lincoln voltaram a treinar com o resto do elenco do Flamengo nesta quarta-feira, no CT do Ninho do Urubu, e ficaram mais perto de atuar novamente pela equipe comandada pelo técnico Jorge Jesus.

O experiente meio-campista de 34 anos vem se reabilitando de forma mais rápida do que o previsto pelo departamento médico rubro-negro de uma fratura no tornozelo esquerdo, ocorrida em jogo contra o Emelec pela Copa Libertadores, e foi operado no dia 25 de julho. Já o jovem Lincoln, de 18 anos, teve um estiramento muscular na coxa direita durante o clássico com o Botafogo, no dia 28 daquele mesmo mês, pelo Brasileirão.

Os dois atletas estão em estágio de transição para a preparação física para poderem ficar à disposição do treinador português, que atualmente já não conta com o meia Arrascaeta. O uruguaio foi submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo, realizada na última sexta-feira, e só deve reunir condições ideais para atuar a partir de novembro.

A previsão inicial dos médicos do Flamengo era de que Diego precisasse do tempo estimado de quatro a cinco meses de recuperação antes de voltar a jogar, mas o atleta vem mostrando que deverá retornar antes do esperado.

Já Lincoln luta contra um problema muscular recorrente, que o incomodou também durante o seu período de tratamento, sendo que este mesmo tipo de lesão já havia ocorrido com ele no início do ano, quando estava com a seleção brasileira sub-20 para a disputa do Campeonato Sul-Americano da categoria. Por isso, o atacante vem realizando um trabalho de reequilíbrio muscular.

O treino que o Flamengo realizou nesta quarta-feira fechou a preparação da equipe para o jogo contra o Atlético-MG, nesta quinta-feira, às 20 horas, no Maracanã, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para esta partida, o time carioca não poderá contar com o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Gabriel, convocados por Tite para defender a seleção brasileira nos amistosos contra Senegal e Nigéria nesta semana em Cingapura.

Outro desfalque importante para o duelo desta quinta é o lateral-esquerdo Filipe Luís, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo. O atleta vem fazendo um tratamento conservador (sem cirurgia) e o clube espera deixá-lo pronto para retornar no jogo de volta da semifinal da Copa Libertadores, contra o Grêmio, no próximo dia 23, no Maracanã.

A presença de Arrascaeta nesta partida decisiva do torneio continental é considerada improvável, embora o Flamengo não tenha estabelecido um prazo previsto de afastamento do atleta. Ele foi submetido a uma artroscopia, procedimento no qual os médicos fizeram correções no ligamento colateral medial e no menisco do joelho esquerdo do meio-campista. E o processo de recuperação deste tipo de lesão costuma demandar um tempo médio de quatro a seis semanas.

Com todos estes desfalques, o time deve ir a campo para enfrentar o Atlético-MG nesta quinta-feira com a seguinte formação titular: Diego Alves; Rafinha, Thuler, Pablo Marí e Renê; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Reinier; Vitinho e Bruno Henrique.