Região

Em ritmo de festa, Mamborê comemora 59 anos nesta terça

A cidade completa 59 anos. Seu primeiro prefeito foi Nelson Chiminácio, homenageado com a denominação do paço municipal

Em festa desde sábado (7), quando teve início a 36º Expomam, Mamborê comemora nesta terça-feira (10), 59 anos de emancipação político-administrativa. A programação festiva da cidade será encerrada hoje à noite, com show gospel com Israel Salazar, final do rodeio profissional em touros, e show pirotécnico.

De acordo com a comissão organizadora da festa, um grande público vem participando da Expomam todas as noites desde sábado. “A abertura, no sábado, reuniu um público recorde”, informaram. Sobre os 59 anos do município, o prefeito da cidade, Ricardo Radomski (PSD), destaca a importância de Mamborê para a Comcam e o Estado.

“São 59 anos de muito progresso. Mamborê evoluiu muito com o passar dos anos. Somos referência na agricultura com os agricultores sempre buscando tecnologia para suas lavouras levando em consideração a preservação do meio ambiente, com reserva de matas ciliares e conservação do solo. Toda economia do município gira em torno da agricultura”, ressaltou o prefeito, ao destacar que a cidade conta com duas grandes cooperativas: a Coamo e a C. Vale, além de outras empresas do ramo do agronegócio.

 

VEJA TAMBÉM:

>> Onça parda é flagrada na área urbana de Araruna

 

O gestor não esquece também a contribuição que os pioneiros tiveram para o desenvolvimento do município. "Agradeço a todos os pioneiros, os desbravadores desta terra, que acreditaram e contribuíram para o desenvolvimento e o progresso de Mamborê", observou.

Radosmki informou que participa da política na cidade desde 1982, e desde então o município vem melhorando significativamente na questão da infraestrutura, segurança, educação e saúde aos moradores. “A nossa cidade tem uma educação de qualidade e uma das melhores saúdes públicas do Estado do Paraná, não tenho medo de dizer isso”, assegurou.

O prefeito destacou, por exemplo, que a saúde tem várias especialidades médicas, como cardiologista, neuropediatra, psiquiatra, vascular, médica pediatra, entre outros. “Temos um posto equipado com laboratório e clínica de fisioterapia e agora com clínica de ultrassom. Estamos montando outra sala para exames de raio-x. A população tem praticamente um pronto atendimento à disposição”, falou, ao destacar também as ações da administração na área esportiva, que tem movimentado a juventude da cidade.

Radomski acrescentou que sente orgulho de ser prefeito de Mamborê. “Que venha muitos e muitos anos de crescimento e desenvolvimento para a cidade. Mamborê é uma cidade maravilhosa e boa de se viver”, disse, ao destacar o compromisso assumido em seu mandato em manter a cidade em desenvolvimento, principalmente pela qualidade de vida dos munícipes. "Temos um compromisso muito grande com a cidade e com a população”, ressaltou.

Histórico

Conforme relatos de pioneiros e historiadores, os primeiros habitantes começaram a chegar ainda nos anos 20 na região de Mamborê, atraídos pelas estradas abertas por paraguaios em função da presença de erva-mate que era caracterizada na região. O processo de demarcação de vias e lotes foi executado pelo agrimenssor Polon Radeck, que foi contratado pelo Governo do Estado.

Mamborê foi desmembrado de Campo Mourão, que havia sido desmembrado de Pitanga, que por sua vez foi desmembrada de Guarapuava. A agropecuária e as terras férteis em grande extensão, com um relevo privilegiado fizeram de Mamborê um forte município em nível regional.

A denominação do município foi originada da língua Guarani, "Haamam-Amburê", que significa lugar distante e reunião de pessoas, simplificado para "Mamburê" e definitivamente Mamborê, em ocasião da publicação da criação do município no Diário Oficial. O primeiro prefeito foi Nelson Chiminácio, homenageado com a denominação do paço municipal. O aniversário do município é comemorado no dia 10 de setembro. A padroeira é Imaculada Conceição, cuja data de comemoração é 8 de dezembro.