Economia

Evans, do Fed, diz não prever aumento de juros até o 2º semestre de 2020

O presidente da distrital de Chicago do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Charles Evans, afirmou que não espera elevação dos juros nos EUA até o segundo semestre de 2020. Em conferência do Credit Suisse em Hong Kong, o dirigente disse que gostaria de ver maiores evidências de inflação mais alta antes de ajustar os juros para cima.

Evans também avaliou que a economia americana permanece em uma posição forte, mencionando uma estimativa de crescimento entre 1,75% e 2% para 2019, e observou que a meta para a taxa dos Fed funds, na faixa entre 2,25% e 2,50%, é indiscutivelmente "quase neutra".

"É um bom momento para parar, pausar, ver como as coisas vão progredir e ser cauteloso", disse. Fonte: Dow Jones Newswires.