Exoneração de servidores subordinados a crítico de Fernanda Montenegro é revogada

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, revogou a exoneração de 19 servidores do Centro das Artes Cênicas (Ceacen) da Fundação Nacional de Artes (Funarte). O grupo tinha sido dispensado na última sexta-feira, 4, mas nesta quarta-feira, 9, cinco dias após o desligamento, o Diário Oficial da União (DOU) publica novas portarias do ministro que tornam as exonerações sem efeito.

Os servidores - que agora retomam os postos - são subordinados ao diretor do Ceacen, Roberto Alvim, que recentemente atacou com ofensas a atriz Fernanda Montenegro. Alvim chamou Fernanda de "mentirosa" e "sórdida" em uma postagem no Facebook, o que provocou a reação da classe artística em defesa da atriz.

Com a anulação dos atos de exoneração e dispensa, os 19 servidores reassumem seus cargos, todos de confiança. Eles são titulares de funções de chefia, coordenação e subgerência no Ceacen.