Esportes

Fluminense segura a pressão no 2º tempo e vence o Coritiba no Couto Pereira

Coritiba perde em casa para o Fluminense (Foto: Site do Coritiba FC)

O Fluminense conseguiu administrar a pressão sofrida no segundo tempo e venceu o Coritiba por 2 a 1 neste domingo, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time anfitrião desperdiçou a oportunidade de sair na frente do placar, quando Henrique Almeida isolou a cobrança de pênalti. A equipe carioca aproveitou o vacilo e conseguiu dois gols em cinco minutos, com Richarlison e Wendel.

O Coritiba descontou com Henrique Almeida ainda na etapa inicial e no restante da partida faltou tranquilidade para igualar o marcador. Com a vitória, o Fluminense subiu para o nono lugar na tabela de classificação, com 20 pontos. A equipe alviverde caiu para a 12ª posição, com 19. 

O Fluminense volta a campo na próxima quinta-feira, quando receberá o Cruzeiro, às 19h30, no estádio Giulite Coutinho. O Coritiba entra em campo um dia antes, contra a Ponte Preta, às 21 horas, no estádio Moisés Lucarelli.

O JOGO - O time anfitrião começou melhor a partida e teve a oportunidade de abrir o marcador logo aos sete minutos, quando Marlon Freitas derrubou Galdezani na área. O árbitro marcou pênalti. Henrique Almeida foi para a cobrança, mas mandou por cima do travessão.

O Fluminense tinha dificuldades para chegar ao ataque. Mas, na primeira chance criada, aos 31 minutos, conseguiu abrir o marcador. Gustavo Scarpa avançou pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro. Richarlison dominou de costas para o gol, girou e bateu colocado no ângulo. Um golaço.

Os donos da casa sentiram o gol e o Fluminense aproveitou para manter a pressão. Cinco minutos depois, conseguiu ampliar. Wendel tocou para Léo, que invadiu a área e bateu para as redes. A bola desviou em Rodrigo Ramos e enganou o goleiro Wilson.

Nos acréscimos da etapa inicial, Henrique Almeida conseguiu se redimir do erro e descontou para o Coritiba. Após cobrança de escanteio de Rildo, Pedro e Richarlison se atrapalharam e a bola sobrou para o atacante empurrar para as redes.

O Coritiba foi melhor durante todo o segundo tempo e teve ótima chance de empatar antes do primeiro minuto. Após cobrança de escanteio, Thalisson Kelven desviou e Neto Berola apareceu na segunda trave, livre, para desviar de carrinho. A bola bateu na rede pelo lado de fora.

A pressão continuava. Aos 22, Galdezani arriscou de fora da área, a bola desviou em Orejuela e bateu novamente na rede pelo lado de fora. Dez minutos depois, Alecsandro cabeceou no chão e Júlio César fez grande defesa. O Coritiba passou a se desesperar, passou a alçar as bolas na área do Fluminense, mas não conseguiu o gol de empate.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 1 x 2 FLUMINENSE

CORITIBA - Wilson; Rodrigo Ramos (Dodô), Luizão, Walisson Maia (Thalisson Kelven) e William Matheus; Jonas, Matheus Galdezani e Anderson; Rildo, Henrique Almeida e Neto Berola (Alecsandro). Técnico: Pachequinho.

FLUMINENSE - Júlio César; Lucas, Reginaldo (Frazan), Nogueira (Renato) e Léo; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Richarlison e Pedro (Marcos Júnior). Técnico: Abel Braga

GOLS - Richarlison, aos 31, Léo, aos 36, e Henrique Almeida, aos 46 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Leandro Bizzio Marinho (SP/CBF).

CARTÕES AMARELOS - Matheus Galdezani, Henrique Almeida, Luizão e Alecsandro (Coritiba); Lucas, Renato, Orejuela e Pedro (Fluminense).

PÚBLICO - 10.845 pagantes (11.686 ao total).

RENDA - R$ 195.075,00.

LOCAL - estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).