Região

Homem faz ‘cirurgia’ em cadela com estilete e sutura com linha de pescar sem uso de anestesia

Caso aconteceu na cidade de Luiziana.
Polícia prendeu o acusado que foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Campo Mourão. Na imagem, o veterinário do município, Vitor Hugo, que denunciou o caso e levou a PM a casa do acusado

Um fato chocante marcou o meio policial na tarde desta segunda-feira (9) na cidade de Luiziana, distante 33 quilômetros de Campo Mourão. Um homem, que não teve a identidade divulgada, fez uma “cirurgia” com estilete em uma cadela e suturou o corte com linha de anzol sem a aplicação de anestesia, causando sofrimento ao animal. Ele é dono de um bar na cidade.

Testemunhas avisaram a Policia Militar que fez a prisão do acusado. Segundo informações, o procedimento teria sito feito para castrar o animal. Após o procedimento, a cadela teria sido abandonada sangrando na rua.

O veterinário do município Vitor Hugo Spilka, que também denunciou o caso, explicou que o cão estava perambulando pelas ruas perdendo muito sangue quando foi encontrada por um morador e recebeu ajuda. “Não podemos mais permitir que esse tipo de ato aconteça, maus tratos a animais é crime e queremos justiça”, revoltou-se o veterinário.

A cachorrinha estava bastante debilitada. O caso aconteceu na semana passada, porém chegou ao conhecimento do veterinário da prefeitura somente nesta segunda-feira (9), que denunciou à polícia.

Após a denúncia uma equipe da PM foi ao local onde estava a cadela e a encontrou ainda com parte da barriga aberta. O animal terá que passar por uma cirurgia para receber os pontos. O acusado foi preso e encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Campo Mourão por maus tratos a animais, cuja pena varia de três meses a um ano e pagamento de multa. (Com informações do Luiziana Notícias).