Campo Mourão

Lar dos Velhinhos está com ingressos à venda da 47ª Festa da Solidariedade

Foram colocados 1.200 churrascos à venda a R$ 75,00 cada.
["O almo\u00e7o com tradicional churrasco ser\u00e1 no dia 5 de maio, um grande p\u00fablico \u00e9 esperado"]

O Lar dos Velhinhos Frederico Ozanam, de Campo Mourão, está com os ingressos à venda da 47ª edição da Festa da Solidariedade. O almoço com tradicional churrasco será no dia 5 de maio. Foram colocados 1.200 churrascos à venda a R$ 75,00 cada. Os ingressos podem ser adquiridos com os vicentinos, na diretoria do Lar dos Velhinhos, Panificadora Fiorella, Sicredi, e Supermercados Paraná.

No Lar dos Velhinhos e na Fiorella, o pagamento pode ser feito com cartão de crédito ou débito. O diretor presidente da entidade, João Ernesto da Silva, comenta que cada churrasco pesa em média dois quilos e alimenta até três pessoas. Segundo ele, a carne é da traseira do boi. “É uma carne especial, vale à pena”, disse. Ele lembrou que os acompanhamentos do churrasco como maionese, mandioca, arroz e saladas serão adquiridos à parte. Quem preferir pode também retirar o churrasco no local para levar para casa.

Silva informou que a festa terá início logo pela manhã e segue o dia todo, com o também tradicional leilão na parte da tarde com Galhardo Aranha. No ano passado somente o leilão arrecadou cerca de R$ 35 mil. Vários objetos serão leiloados, a organização está arrecadando os bens. Empresários que tiverem interesse podem fazer doações. Vai ter também bolo, sorvetes, e doces. “É um dia de festa e uma oportunidade de a comunidade contribuir. De uma maneira ou de outra, todos têm condições de participar e contribuir”, comentou o presidente do asilo.

A meta da organização é arrecadar R$ 150.000,00 mil com a festa. Em 2018 o valor arrecadado foi de R$ 143.000,00. O recurso será investido em prol da entidade, como nas despesas mensais de manutenção que giram em torno de R$ 193.000,00 a R$ 200.000,00. Silva informou que o Lar dos Velhinhos atende atualmente 69 idosos, cada um tem um custo mensal médio de R$ 2.800,00. Existem no momento uma fila de 19 pessoas para entrar no lar.

De acordo com Geraldo dos Santos, que faz parte da diretoria, a Festa da Solidariedade é o único evento que a entidade faz durante o ano para arrecadação de recursos. “A gente espera muito desta festa, ela ajuda muito na despesa do Lar que hoje é bastante alta”, falou. Para se ter ideia, o déficit mensal da entidade é de cerca de R$ 28.000,00. “A gente precisa ter sucesso nesta festa porque a situação financeira está bastante apertada”, ressaltou.

acordo com dados repassados pela diretoria, 33 idosos fazem o uso de fraldas geriátricas na entidade, consumindo um total mensal de 4.500 unidades; são realizados 600 atendimentos mês de fisioterapia aos abrigados. Cada idoso recebe sete refeições diárias totalizando 13.650 mensais. São processados ainda na unidade 300 quilos de roupas ao mês. Já os gastos com energia elétrica é de 4.900 kwh ao mês além de 250 quilos de gás de cozinha.