Campo Mourão

Leilão da Santa Casa rendeu metade do esperado

O leilão realizado no sábado (14) pela Santa Casa com mercadorias doadas pela Receita Federal rendeu R$ 58.105,00, cerca da metade do que era esperado pela diretoria. Foram vendidos 285 lotes, dos quais R$ 17,3 mil foram pagos em espécie e R$ 40,7 mil em cartão.

“O leilão não rendeu o que a gente esperava. As pessoas estão sem dinheiro, pouca gente apareceu, apesar que neste leilão os lotes eram inferiores”, analisou o vice-presidente da Santa Casa, Getúlio Ferrari Junior. Para ele, o período do mês e o feirão da Câmara de Dirigentes Lojistas também prejudicaram o leilão. 

“Como estava muito fraco, por volta das 15 horas resolvemos encerrar e vamos fazer um bazar com as mercadorias que sobraram”, acrescentou o vice-presidente. Além de perfumes, cosméticos, brinquedos, roupas, entre outros fazem parte dos lotes de mercadorias doadas pela Receita. O recurso arrecadado será utilizado para compra de equipamentos para o hospital. 

Este foi o segundo leilão realizado este ano. O primeiro foi no dia 8 de junho, quando foram vendidos 311 lotes e rendeu R$ 101.020,00. O evento foi realizado no Clube 10 de Outubro em parceria com o Rotary Club de Campo Mourão. No total, a Santa Casa recebeu quase 800 lotes de mercadorias apreendidas pela Receita.

Show de prêmios
Outra promoção que será realizada pela Santa Casa, voltada a angariar recursos para pagamento do 13º salário dos funcionários, é o show de prêmios, marcado para o dia 20 de dezembro, na Praça São José. As cartelas estão sendo vendidas a R$ 10,00 cada, que dão direito a concorrer a R$ 50 mil em dinheiro, divididos em cinco prêmios.

A meta da diretoria é vender 50 mil cartelas, praticamente o dobro do que foi vendido em 2018. O sorteio será por sistema eletrônico e não é necessário que o comprador da cartela esteja presente. O 1º prêmio será de R$ 30 mil, o 2º de R$ 10 mil, 3º (R$ 5 mil); 4º (R$ 3 mil) e 5º (R$ 2 mil). As cartelas estão sendo vendidas por funcionários e colaboradores do hospital, além de outros pontos de vendas na cidade.