'O Cristal Encantado - A Era da Resistência' retoma filme clássico de Jim Henson

O filme "O Cristal Encantado" (1982), do criador dos Muppets Jim Henson, é um marco no gênero de fantasia ao mesclar técnicas inovadoras de animatrônica e uma narrativa sombria. Gravado com fantoches, o longa acompanha a jornada de Jen e Kira, dois sobreviventes da raça gelfling que precisam combater os ambiciosos skeksis e salvar a terra de Thra.

A série "O Cristal Encantado - A Era da Resistência", original da Netflix que estreia em 30 de agosto, retoma e expande esse universo. Fiel ao filme, a produção usa fantoches, não atores. A história se passa muitos anos antes do filme original.

"A Era da Resistência" surge como a primeira grande produção de streaming centrada em fantoches. E é lançada em uma época em que séries e filmes de fantasia, como "O Rei Leão" (2019), "Toy Story 4" (2019) e "Homem-Aranha - No Aranhaverso" (2018) exploram diferentes técnicas de narrativa e animação.

A série também resgata o legado de Jim Henson, diretor, ator, roteirista e marionetista que criou obras como "Sam e Seus Amigos" (1955), "Vila Sésamo" (1972) e "Labirinto" (1986).

Para o diretor da série, Louis Letterier (O Incrível Hulk), a arte de Jim Henson não envelheceu. "Foi a tecnologia de marionetes mais inovadora que existiu, em termos de técnica, e a mensagem do filme é universal", afirma. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.