Policial

Onda de furtos cresce em Campo Mourão e preocupa delegado-chefe

Dos crimes contra o patrimônio em Campo Mourão, o furto teve crescimento de três por cento em relação ao ano passado. Os números foram divulgados pelo delegado chefe da 16ª SDP, Gustavo Pinho, em entrevista na semana passada. “Temos dado prioridade no combate a esse tipo de crime, juntamente com a Polícia Militar”, afirmou, ao acrescentar que de um modo geral houve redução no índice de criminalidade na cidade em relação ao ano passado.

Segundo o delegado, o combate ao furto encontra dificuldade na própria legislação. “Mesmo quando são presos, a maioria dos criminosos é colocada novamente em liberdade. Quem comete furtos simples ou qualificado não fica preso”, observa. Mesmo assim, segundo ele, as equipes policiais não medem esforços para identificar e prender os criminosos.

E no fim de semana, a maioria das ocorrências registrada foi de furtos. Na Rua Engenheiro Mercer, a porta dos fundos de uma casa, cujo dono está viajando, foi arrombada. Os ladrões levaram uma bicicleta vermelha e cinza, uma bicicleta preta, uma folha de cheque do Banco do Brasil e até o cachorro de estimação. O furto foi descoberto pelo filho da vítima quando foi vistoriar a casa pela manhã.

Na Avenida José Wierzchon, um Fiat Tempra foi furtado quando estava estacionado em frente a casa do proprietário por volta da 22h30 de sexta-feira. O carro foi recuperado horas depois pela Polícia Militar em uma estrada rural, nos fundos do Conjunto Avelino Piacentini, em meio a uma plantação de milho. O ladrão não foi localizado. Já no Lar Paraná, o alvo dos ladrões foi uma empresa, que teve a porta arrombada e do local foram furtados 25 metros de fio de cobre.

No Jardim Alvorada, uma mulher de 50 anos levou uma surpresa quando chegou em casa. Uma das janelas foi arrombada e do interior foram furtados um secador de cabelo, uma prancha, dois quilos de carne e um relógio analógico. Situação parecida ocorreu no Jardim Albuquerque, onde um homem de 27 anos encontrou a porta arrombada ao chegar em casa. Além da carteira com todos os documentos pessoais, cartões de crédito e R$ 310,00 em dinheiro, foi furtado um celular Samsung J5, de cor preta e um vídeo game PlayStation 2.