Campo Mourão

Pescador é preso com materiais de pesca proibidos e peixes em Fênix

Um pescador foi preso pela Polícia Ambiental ao ser flagrado com uma grande quantidade de redes e peixes às margens do Rio Ivaí, no município de Fênix. A prisão e apreensão dos materiais ocorreu durante patrulhamento realizado no domingo com o intuito de coibir a prática de crimes ambientais na região, especialmente nesse período de piracema.

O homem foi abordado quando transportava as redes e peixes nativos da bacia do Rio, como cascudo, corimba e piau três pintas. Segundo o comandante da Polícia Ambiental, sargento Eduardo Pinha, o homem mora em Fênix e já é reincidente pelo mesmo crime. Ele foi levado para a delegacia de Engenheiro Beltrão.

O sargento lembra que equipes do IAP e da Polícia Ambiental continuarão fiscalizando, principalmente nas áreas dos rios Ivaí, Piquiri e Usina Mourão. Pescadores flagrados em atividade e em desacordo com as restrições serão enquadrados na lei de crimes ambientais. Os infratores podem receber multas entre R$ 700 e R$ 100 mil. Além disso, materiais de pesca como varas, redes e em podem ser apreendidos.

O período de piracema vai até 1º de março de 2019 e a restrição visa proteger a reprodução dos peixes e coibir a pesca predatória. Quem quiser ajudar na fiscalização pode fazer denúncias por meio do telefone 3523-1915 no e-mail [email protected].