Policial

Polícia age rápido e prende 3 bandidos que aterrorizaram agricultor em Farol

Uma rápida ação das equipes Rotam, Patrulha Rural, Polícia Militar do destacamento de Farol, e Polícia Civil, terminou com a prisão dos três marginais que assaltaram um produtor rural na madrugada deste sábado (5) e atearam fogo em um barracão destruindo o veículo da vítima e máquinas agrícolas. Até mesmo policiais de folga participaram das buscas. Entre os energúmenos, estavam dois menores com 16 anos e um maior, com 18 anos, já com passagem pela polícia por um homicídio ocorrido em Farol. 

A prisão e apreensão dos bandidos ocorreu em menos de 24 horas após o crime, que teve bastante repercussão na região. O grupo foi capturado pela polícia após uma denúncia anônima. Eles são moradores de Farol e foram presos em uma residência na área urbana do município. “Devido a repercussão do crime na cidade e a movimentação da polícia em busca dos criminosos houve uma denúncia anônima de quem seriam os possíveis autores. O denunciante nos indicou ainda três nomes”, falou o soldado Luz, da Patrulha Rural. 

Com base nas informações a polícia se deslocou ao endereço citado localizando os autores do crime, que confessaram a autoria. Durante as buscas a polícia encontrou uma faca e um facão utilizados na ação criminosa, e as roupas dos marginais. Já o dinheiro, o maior de idade já havia gastado em uma casa de prostituição na região de Mamborê. “Eles atearam fogo ao barracão porque não conseguiram funcionar o veículo da vítima e por maldade resolveram colocar fogo nos bens da mesma”, falou Luz. 

O crime

Armados com facas os bandidos invadiram a propriedade rural na madrugada deste sábado (5), na cidade de Farol, causando terror ao produtor rural Teodosio Melniski, 75. A vítima foi covardemente amarrada e ameaçada pelos ladrões que agiram com bastante violência. 

Depois de roubar e quebrar praticamente toda a mobília de Melniski, os criminosos ainda incendiaram um barracão da propriedade, onde havia um trator Massey Ferguson, um caminhão Mercedes Benz 608, e um Ford Ka. Todos os veículos e a estrutura do barracão ficaram destruídos pelas chamas.

Esta foi a segunda vez que Melniski foi vítima de ladrões. Há cerca de quatro meses criminosos já invadiram sua propriedade e levaram inclusive o seu Ford Ka recuperado posteriormente pela Polícia Militar. Desta vez os marginais conseguiram levar cerca de R$ 3,5 mil da vítima e alguns objetos da casa. 

“Eu estava dormindo e de repente arrebentaram a porta entrando na minha casa. Eram três pessoas, todos estavam com facas, um deles chegou já encostando a faca na minha barriga dizendo para eu não me mexer se não eu ia morrer”, falou. Após imobilizarem o senhor, os criminosos o amarraram pelos pés e mãos com um fio e o deixaram em cima da cama enquanto reviravam a residência. Melniski informou que os ladrões queriam dinheiro. “Me perguntavam o tempo todo onde estava o dinheiro. Falei que estava no bolso da calça, pegaram uma pequena quantia, mas disseram que sabiam que eu tinha mais. Se ‘bateram’, se ‘bateram’ até que conseguiram achar em cima de uma gaveta do guarda roupas R$ 2,5 mil. Levaram bastante coisas. Os talões de cheque que tenho por sorte não acharam, roubaram relógio, celular e fizeram uma anarquia em minha casa. Jogaram tudo no chão e quebraram minhas coisas”, lamentou o produtor. Ele disse que foi sorte a polícia ter chegou ao local logo em seguida. “Achei que fosse morrer”, comentou.