Campo Mourão

Programa deve castrar gratuitamente 420 animais neste ano em Campo Mourão

O programa de castração para o controle de cães e gatos retomado em Campo Mourão em 2018 pela atual administração deverá realizar durante este ano ao menos 420 castrações gratuitas de animais pela cidade. A clínica que fará os procedimentos deverá ser definida já nos próximos dias. O valor destinado é de cerca de R$ 100.000,00, via Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Seama) do município.

A vereadora Elvira Schen (PPS), voluntária da Associação dos Protetores de Animais Independentes (PAIS), reconhecida na cidade por sua luta em defesa dos bichos, informou que o programa priorizará cadelas que estão na rua em estado de abandono, além de famílias de baixa renda que têm animais e querem fazer a castração, mas não têm condições. “Tudo que estiver abandonado na rua vamos pegar para castrar”, falou. As castrações serão feitas também em felinos.

As famílias de baixa renda devem se inscrever no programa. As vagas são limitadas. Para a inscrição é necessário o interessado apresentar documento pessoal; comprovante de endereço; cartão Bolsa Família ou talão de água e luz inscrito na tarifa social. Será castrada uma fêmea por endereço. Caso a pessoa não esteja inscrita em nenhum programa social do governo, pode fazer a inscrição para ficar na espera. Os dados para inscrição no programa podem ser encaminhados pelo WhatsApp (44) 9.9937-7075

No ano passado, de acordo com Elvira, o programa realizou cerca de 400 castrações. “Para este ano deve chegar a 420”, projetou, ao comentar que os preços dos procedimentos variam por porte do animal. A vereadora informou que já está sendo licitado também pelo município um Castramóvel. Com a unidade móvel será possível realizar castrações de animais nos bairros da cidade. “Estes dois programas irão acelerar o controle de animais em Campo Mourão. Se não fizer isso vai ser difícil porque o nascimento é muito maior do que o número de castrações”, preocupou-se Elvira.

Segundo a vereadora, para a população ‘começar a perceber’ a diminuição dos animais de rua, teria que fazer um volume bem maior de castrações do que vem ocorrendo por cerca de cinco anos. “Acredito que neste ritmo que estamos vamos levar uns 10 anos para perceber a diferença”, falou, ao comentar que o Castramóvel e o Programa de Castração são duas ferramentas importantes para o controle de cães e gatos em Campo Mourão.

“A população deve ter consciência que ao adquirir um cachorro é para a vida toda do animal. Infelizmente os abandonos são muitos na cidade, muitos dos cães de rua são animais saudáveis. Acredito que isso aconteça muitas vezes quando a pessoa se muda para apartamento ou kitnet e não tem espaço para o animal”, lamentou. Segundo ela, os cães abandonados são em sua maioria de médio porte.

Ainda de acordo com Elivra, com a construção de conjuntos residenciais, como as residências não têm muros, os bichos ficam soltos e vão para a rua. “Muitas vezes saem para muito longe atrás de fêmeas e vai procriando”, observou. Ela acrescentou que após a castração, a PAIS fica com os animais por três dias até serem soltos novamente. Eles recebem cuidados especiais com antibióticos para prevenir infecções e inflamações. “Pedimos a castração menos invasiva, que corta menos para menos pontos para cicatrizar mais rápido”, argumentou.