Região

Réu confesso de homicídio é condenado, mas vai cumprir pena em liberdade

Crime ocorreu em 2018.
["Vanderlei disse que matou a v\u00edtima porque teria sido for\u00e7ado a praticar sexo com ela"] (Foto: Goionews)

O morador de Goioerê, Vanderlei Tenório Cavalcante, 39, réu confesso de um homicídio no bairro Vila Candeias, foi condenado nesta semana a quatro anos de prisão pela morte de Reginaldo Bernardes Cavalcante, 35. O homicídio aconteceu em maio de 2018.

Como o condenado aguardava o julgamento preso há 9 meses, ele cumprirá o restante da pena em liberdade. Cavalcante foi julgado por um júri popular. Ele foi condenado por homicídio simples, cuja pena pode chegar até seis anos de prisão. Os jurados entenderam que o réu agiu “sob forte emoção”, reduzindo sua pena para um terço.

O CRIME

O homicídio aconteceu no dia 8 de maio de 2018, na rua Presidente Médici, na Vila Candeias, após uma discussão entre Vanderlei e a vítima. Quando foi preso, o condenado informou que morava sozinho em um “puxado” na casa onde houve o crime e, que, Reginaldo costumava visitá-lo. Nestas visitas bebiam, usavam drogas e praticavam sexo.

O condenado relatou à polícia que no dia do crime Reginaldo insistiu para que fizesse sexo oral com ele, e que a prática teria ocorrido contra sua vontade. Inconformado, então Vanderlei pegou uma e atacou a vítima com vários golpes, causando a sua morte. (Com informações do Goionews).