Policial

Ação conjunta entre GDE e Rotam recupera caminhonete furtada e prende autor em CM

Veículo tinha sido furtado em Cândido de Abreu.
Veículo foi encontrado em uma residência no Conjunto Habitacional Milton de Paula Walter (Foto: Anderson Domingos/Serviços Campo Mourão)

Uma ação conjunta entre o Grupo de Diligências Especiais (GDE) da Polícia Civil e Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) da Polícia Militar de Campo Mourão, recuperou nessa sexta-feira (11) uma caminhonete F-1000 que havia sido furtada na cidade de Cândido de Abreu em novembro do ano passado. O veículo estava escondido em uma residência localizada no Conjunto Habitacional Milton de Paula Walter. Um homem identificado apenas como “Paulão”, idade não fornecida, acabou preso pelo furto do veículo.

De acordo com informações, “Paulão” é conhecido no meio policial de Campo Mourão pela prática de vários furtos a veículos na cidade. Conforme o sargento Picarske, da Rotam, a PM tinha informações de que uma caminhonete furtada estava em uma residência, localizada na rua Itamar Couto, no Conjunto Milton de Paula Walter. Em diligência ao endereço informado os policiais localizaram o veículo, que estava com placa adulterada.

Em consulta ao número do chassi, foi confirmado que a caminhonete havia sido furtada em novembro do ano passado em Cândido de Abreu. “Em um primeiro momento constatamos que a placa foi grosseiramente falsificada. Fomos aprofundando a diligência até descobrir o número verdadeiro do chassi e constatamos que a caminhonete era produto de furto”, disse o sargento.

De acordo com Picarske, a residência onde o veículo foi encontrado servia de depósito para “Paulão” esconder carros furtados entre outros objetos, produtos de crime. “Após fazer o furto, ele esperava esfriar e depois retornava ao local para pegar o veículo. Temos informações de que o indivíduo comparecia ao local somente de madrugada, permanecia por um tempo e logo saia de volta”, informou o policial.

A F-1000 tinha placas do Estado do Pará e estava com os lacres das placas rompidos. A numeração do chassi também estava remarcada. No momento da chegada da polícia ao local não havia ninguém na residência, porém em diligências pelo bairro os policiais encontraram “Paulão” em uma casa na rua Primavera, no mesmo bairro.

Ao ser questionado pelos policiais sobre o veículo, ele disse que comprou de uma pessoa na cidade de Pitanga e pagou pelo mesmo R$ 3 mil. O acusado disse ainda que faria a revenda da caminhonete pelo dobro do valor adquirido, ou seja, R$ 6 mil. Ele confessou ainda à polícia que a casa onde a F-1000 estava escondida era sua propriedade.

Diante da situação o indivíduo recebeu voz de prisão, sendo encaminhado à delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis. O verdadeiro proprietário do veículo foi acionado pela polícia para rever o mesmo.