Campo Mourão

Santa Casa de Campo Mourão reinaugura centro cirúrgico e amplia atendimento

["Momento da inaugura\u00e7\u00e3o, investimento na reforma de amplia\u00e7\u00e3o foi de R$ 1 milh\u00e3o"] (Foto: Produção Ricardo Borges)

Com a presença do secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Nardi, a Santa Casa de Campo Mourão reinaugurou na noite dessa segunda-feira (24) o centro cirúrgico do hospital, ampliando para 12 o número de salas cirúrgicas e o atendimento à população. As reformas de ampliação custaram R$ 1 milhão. Os recursos são de renúncia fiscal das empresas Ambeb, Coamo, Copel, Ihara e Unimed, através de programa do Ministério da Saúde.

Na ocasião, Nardi anunciou R$ 2 milhões para troca do telhado do hospital e R$ 150 mil para construção de um heliponto. “Estamos cumprindo a nossa parte e investindo recursos. A menos de um mês o deputado Ricardo Barros já esteve em Campo Mourão e se comprometeu com os repasses do governo para reformar o telhado desta unidade”, falou o secretário.

A Santa Casa de Campo Mourão é um hospital referência para toda a região da Comcam. A unidade possui um total de 114 leitos gerais e 31 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), conta com pronto socorro, maternidade, e enfermaria para o atendimento de uma população regional de mais de 350 mil habitantes.

O presidente do hospital, Pedro Henrique Motans Baer, disse que a unidade está preparada para realização de cirurgias complexas, inclusive as oncológicas, com exceção de procedimentos obstétricos, que são realizados na outra ala da unidade. Segundo ele, a ampliação do centro cirúrgico, além de oferecer um serviço de qualidade e mais conforto à população, vai diminuir as filas que normalmente existem.

Além do secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Nardi, A reinauguração do centro cirúrgico da Santa Casa contou com a presença de diversas autoridades municipais, como o prefeito do município, Tauillo Tezelli (PPS); presidente da Coamo, José Aroldo Galasini; vereadores municipais, diretoria do hospital, empresários, classe médica, entre outros. Leia a reportagem completa na versão impressa da TRIBUNA desta quarta-feira.

Clique ou arraste para passar as fotos