Campo Mourão

Servidores municipais de Campo Mourão reivindicam 7% de reajuste salarial

Reivindicações da categoria foram definidas em assembleia.
Pauta referente a data base da categoria foi discutida em assembleia, no último sábado

Os servidores púbicos municipais de Campo Mourão definiram durante assembleia geral, no sábado (9), as reivindicações referentes à data base 2019 da categoria. Entre os pedidos está a reposição da inflação acumulada e reajuste salarial de 7%.

O documento aprovado com as pautas será protocolado na prefeitura. Também será solicitada uma mesa de negociação junto à administração municipal e Câmara de Vereadores. Grande parte das reivindicações é de anos anteriores.

Além da reposição salarial os servidores reivindicam também o envio imediato de projeto de lei para a recuperação financeira da Previdência Municipal dos Servidores (Previscam), implementação da tabela única e plano de carreira do magistério, adicional periculosidade para vigias e fiscais que se utilizam de motos, percentual de periculosidade aos eletricistas com base em seus vencimentos, adicional aos agentes de saúde e endemias, ampliação na política de segurança e medicina do trabalho, pagamento do retroativo de 2017, criação de uma mesa de negociação permanente entre os Poderes Executivo, Legislativo e o Sindicato, entre outras.

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Mourão (Sindiscam), Dione Clei Valério, acredita que esse ano haverá avanços significativos nas negociações, ao contrário dos anos anteriores. “Esperamos ser ouvidos e que o prefeito nos receba para uma conversa, queremos explicar todos os detalhes. Esperamos a sensibilidade, são os servidores que atendem toda a população, e não podemos ser tratados somente como números ou planilhas de gastos”, comentou.