Brasil

Silviano Santiago e Adelaide Ivánova vencem o Prêmio Rio de Literatura 2018

Em sua terceira edição, o Prêmio Rio de Literatura anunciou nesta segunda-feira, 24, os vencedores de suas quatro categorias.

O escritor e crítico literário Silviano Santiago ganhou na categoria Prosa de Ficção por seu livro Machado (Companhia das Letras). O romance, sobre a vida de Machado de Assis, já rendeu ao autor o título de Livro do Ano de Ficção do Prêmio Jabuti em 2017. Agora, Silviano Santiago ganhou R$ 100 mil.

A poeta pernambucana Adelaide Ivánova também ganhou R$ 100 mil por seu livro O Martelo (Garupa), o melhor da categoria Poesia.

Já o geógrafo Paulo César da Costa Gomes venceu em Ensaios, com Quadros Geográficos: Uma Forma de Ver, Uma Forma de Pensar (Bertrand), e também ganhou R$ 100 mil.

Concedido pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio e pela Fundação Cesgranrio, o Prêmio Rio de Literatura premia, também, um jovem autor fluminense com R$ 10 mil e uma tiragem de sua obra premiada. Nesta edição, o ganhador foi Guido Arosa, com O Complexo Melancólico.

O prêmio recebeu 464 inscrições de livros publicados no Brasil entre 1º de outubro de 2016 e 1º de outubro de 2017. O júri final foi composto por Antonio Secchin, Gabriel Chalita, Davi Barbosa, Heloísa Buarque de Hollanda e Renato Cordeiro Gomes. Entre os finalistas do Prêmio Rio de Literatura, estavam, ainda, Luis S. Krauz, Joca Terron e Sérgio Sant'Anna.