Campo Mourão

Simepar prevê geada para Campo Mourão na próxima semana

Chuva favorece entrada de uma onda de frio mais forte no Estado.
Na sexta-feira da próxima semana a temperatura mínima prevista é de apenas 5ºC, há previsão de geada para este dia em Campo Mourão (Foto: Walter Pereira)

A chuva que atingiu a região nessa quarta-feira (26) vai favorecer a entrada de uma onda de frio mais forte, que deve atingir Paraná já nos primeiros dias de julho. Para a próxima semana, o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) prevê inclusive a formação de geada para Campo Mourão.

Os prognósticos indicam que a temperatura deverá sofrer uma queda mais brusca a partir de quinta-feira da próxima semana, com os termômetros atingindo 9ºC. Para sexta-feira (5), a mínima prevista é de apenas 5ºC, há previsão de geada para este dia. O frio mais intenso deverá prosseguir no sábado e domingo respectivamente com 9ºC e 10ºC.

Para o resto desta semana as temperaturas tendem a permanecer mais confortáveis com os termômetros variando entre 13ºC a 16ºC. A máxima não passa de 27ºC. “O eixo da frente fria se afasta do Paraná em direção a Região Sudeste do País, mas ainda há a previsão de chuvas fracas/chuviscos principalmente nas áreas mais ao leste e ao nordeste do Paraná. As temperaturas ficam amenas em todas as regiões paranaenses”, explica o meteorologista Cezar Gonçalves Duquia, no boletim informativo divulgado nesta manhã pelo Simepar.

De acordo com o Simepar, as temperaturas mais baixas na próxima semana deverão ser registradas em Guarapuava quando a mínima prevista fica negativa (-2ºC). Outros municípios do Centro-Sul também devem ter marcas negativas.

Além do Simepar, outros institutos de meteorologia também mostram um grande resfriamento nos primeiros dias do próximo mês. O Climatempo, por exemplo, mostra em Palmas, Centro Sul do Estado, com temperatura -3 no mesmo dia. Para as cidades mais frias do Paraná, a temperatura baixa não é necessariamente ruim, mas sim um atrativo mais para o turismo.

Ainda conforme o Simepar, as chuvas devem retornar agora a região somente a partir do dia 9 de julho. As temperaturas continuam bastante baixas pelo menos nas duas primeiras semanas do novo mês que se inicia, conforme os prognósticos.