Campo Mourão

Sistema de Gerenciamento Escolar Online começa a ser projetado em Campo Mourão

Trata-se de um esforço pela informação do sistema público de ensino.
["O produto final ser\u00e1 derivado num aplicativo mobile e website, que servir\u00e1 para a total integra\u00e7\u00e3o das tarefas da comunidade escolar e gest\u00e3o municipal sob uma plataforma totalmente integrada"] (Foto: Divulgação)

Um projeto inovador começa a ser desenvolvido em Campo Mourão, para que os profissionais da educação sejam beneficiados. É o ATLA – Sistema de Gerenciamento e Avaliação de Desempenho Escolar, que está sendo desenvolvido pela Iniciativa Amarc, de autoria do acadêmico Sávio de Oliveira Camacam, em conjunto com demais acadêmicos do Curso Superior de Ciências da Computação, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O Município de Campo Mourão, por meio da Secretaria da Educação, em parceria com o Observatório Social, está trabalhando em parceria.

Trata-se de um esforço pela informação do sistema público de ensino, a ser disponibilizado para alunos, pais, professores, gestão escolar e municipal da educação. O produto final será derivado num aplicativo mobile e website, que servirá para a total integração das tarefas da comunidade escolar e gestão municipal sob uma plataforma totalmente integrada.

O sistema se divide em dois domínios: administrativo e pedagógico, tendo como objetivo melhorar o acesso às informações e acompanhamento do desenvolvimento escolar dos alunos como um todo, com a finalidade de melhorar e elevar os níveis de aprovação e desempenho nas avaliações nacionais, por meio da gestão de processos burocrático-administrativos das escolas, secretarias da educação e a integração da rede municipal de ensino.

De acordo com Tania Aparecida Caetano Pinto Silveira, secretária da Educação do Município de Campo Mourão, esta ação na rede municipal é inovadora e eficaz. “O sistema online é uma necessidade com objetivo de intensificar e modernizar o atendimento e práticas de comunicação e facilitar os dois lados, tanto o acesso dos pais quanto a comunicação e desburocratização dos processos para gestores e professores, que terão disponíveis ferramentas como informações educacionais sobre a vida dos alunos e que possam ser utilizadas pelos envolvidos com agilidade e eficiência pensando sempre no desenvolvimento da aprendizagem dos alunos. A nossa expectativa é que já seja apresentado um protótipo do projeto em toda a rede de ensino municipal até o final deste ano de 2018”, ressalta Tania.