Campo Mourão

Tauillo faz balanço da administração e avalia resultado das Eleições 2018

O prefeito de Campo Mourão, Tauillo Tezelli (PPS) concedeu uma entrevista exclusiva à TRIBUNA nesta terça-feira (9) e resumiu os trabalhos realizados pela administração municipal até o momento na cidade. Ele fez também uma avaliação dos resultados das eleições no Paraná, sobretudo a reeleição dos três deputados da região (Douglas Fabrício, Marcio Nunes e Rubens Bueno) e de Ratinho Jr. para o Governo do Paraná.

Entre as obras que estão sendo realizadas, Tauillo destacou os trabalhos de recape asfáltico que acontecem por todo o município. Disse também que sua administração já conseguiu organizar a gestão de maneira geral como o controle de gastos e despesas, obtenção das certidões, renegociações das dívidas, entre outras. Na saúde, já alcançou a diminuição de mais de 50% das filas de consultas com especialistas da saúde. “Mas temos muito a fazer ainda”, falou.

Sobre o quadro político formado no Paraná com as Eleições do último domingo (7), ele considera que a situação ficou positiva para Campo Mourão com a eleição de Ratinho Jr. como governador e a reeleição dos três deputados da cidade, que irão garantir a representatividade do município e região na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados. “O PPS do Paraná apoiou o futuro governador com grande articulação do PPS de Campo Mourão. Creio que por estarmos juntos, a força do PPS e com o auxílio do deputado Márcio Nunes, Campo Mourão optou pelo melhor caminho”, avaliou.

Para o segundo turno da eleição presidencial, Tauillo acredita que Jair Bolsonaro (PSL) derrote Fernando Haddad (PT). O prefeito deixou também uma mensagem à população em comemoração ao aniversário de Campo Mourão (71 anos), celebrado nesta quarta-feira (10). Ele disse que muita coisa boa ainda está por vir para a cidade. Leia abaixo a entrevista completa.

Hoje é aniversário de Campo Mourão, que mensagem deixa para a população?

Queria parabenizar a toda população pelos 71 anos de nossa cidade. E dizer que estamos trabalhando muito para melhorar a vida das pessoas que moram aqui. Já conseguimos avanços importantes. E muita coisa boa está para acontecer ainda. Em fase de projetos e a burocracia.

O que dá para destacar dos trabalhos nestes quase dois anos de mandato?

Olha, foram várias coisas que já fizemos, como a organização da gestão de maneira geral, controle de gastos e despesas, obtenção das certidões, renegociações das dívidas, diminuímos já em mais de 50% as filas de consultas com especialistas da saúde, zeramos as filas de ressonância e tomografia, praticamente zeramos das cataratas, próteses e zeramos dos aparelhos auditivos. Também resolvemos em 85% a fila de vagas nas creches, o IDEB subiu a avaliação no nosso mandato de maneira geral, em todas as escolas. Instalamos varias arenas esportivas. Já arrumamos bastante o maior problema que eram os buracos no asfalto. Além disso já recapeamos grande parte da cidade. Mas temos muito a fazer ainda.

O que mais está por vir de obras já garantidas?

Estamos em fase de projetos, para mais dois parques. Iremos fazer mais asfaltos na cidade. Tem uma escola garantida na região do Jardim Santa Cruz, que era uma reivindicação antiga. Uma obra importante e muito aguardada que já está garantida é entrada da cidade que vem de Maringá, que já está com recurso garantido e em fase de projeto. Vamos revitalizar a praça do Fórum também. No ano que vem iremos inaugurar Nova super Creche do Avelino Piacentini e a Super Creche do Flora. Entre outras coisas que também iremos inaugurar. Vamos resolver o problema da UPA e colocar para funcionar. Queremos contratar mais médicos. Resumindo, tem muita coisa pra acontecer.

Agora falando de política, que avaliação o senhor faz dos resultados das eleições deste ano?

Foi uma eleição diferente das habituais aonde a população claramente deu um recado para grande parte da classe política no Brasil inteiro. Ganhamos eleição em Campo Mourão mais uma vez, tanto com os deputados do PPS quanto para o Ratinho Jr. e para o senado, com Oriovisto, qual o PPS foi o primeiro partido a apoiar.

O quadro político formado no Paraná com a eleição de Ratinho Jr. para o governo foi bom para Campo Mourão? Por quê?

Foi bom sim. O PPS do Paraná apoiou o futuro governador com grande articulação do PPS de Campo Mourão. Creio que por estarmos juntos, a força do PPS e com o auxílio do deputado Márcio Nunes, Campo Mourão optou pelo melhor caminho.

O município depende exclusivamente de recursos do Estado para obras. Como é o relacionamento de Campo Mourão com Ratinho Jr.?

O orçamento de Campo Mourão está comprometido, além da Lei de Responsabilidade Fiscal, também devido a diversos fatores. Além do pagamento dos funcionários ativos que fica em torno de 55%, temos um alto custo da Previdência Municipal, dos inativos, que esse ano vai consumir em torno de 25 milhões extras do orçamento. Também estamos pagando as contas herdadas da gestão passada, em torno de 40 milhões. Já pagamos grande parte. Além do que as prefeituras estão com cada vez mais obrigações e cada vez menos participação na distribuição dos impostos que ficam mais com Governo Estadual e Federal. Por isso dependemos do bom relacionamento com Governo Estadual e Federal. E foi importante eleição dos nossos Deputados.

Beto Richa foi um dos governadores que mais deu atenção para Campo Mourão na história política da cidade. Como espera que seja com Ratinho Jr?

Olha, nesse pouco tempo que estive na Prefeitura com o governador Beto Richa eu não tenho do que reclamar. Espero que com o Ratinho Júnior continue assim, com esse bom relacionamento entre Prefeitura e Governo Estadual.

Já há alguma agenda marcada com o novo governador?

Conversamos ontem por telefone, agradeceu nosso emprenho e trabalho aqui e combinamos de conversar daqui a alguns dias. Acredito que ele vai descansar por um período.

O fato de o seu partido político, o PPS ter apoiado Ratinho Jr. para governo deve influenciar de alguma forma o olhar dele para cidade?

Acreditamos que sim.

Nossos três deputados foram reeleitos (Douglas, Marcio e Rubens). Isso é importante para Campo Mourão e região? Por quê?

É de extrema importância para o fortalecimento da nossa região. Nesses quase dois anos demonstramos que essas conquistas são importantes e dá para fazer muito mais.

Nestas eleições, dois de nossos deputados reeleitos (Douglas e Rubens Bueno) tiveram uma queda na votação em relação a 2014. Como o senhor avalia isso?

Foi uma eleição atípica, de maneira geral, os maus políticos prejudicaram as votações até dos bons políticos. E também veio essa onda de grandes votações de delegados, sargentos, policiais, tenentes que acabou tirando votação de todos de uma maneira geral. Importante ressaltar que vencemos mais uma vez as eleições para deputado Estadual e Federal em Campo Mourão.

O que espera dos nossos deputados eleitos?

União em torno de Campo Mourão e região. Já estamos fazendo essa união política e iremos continuar. Uma união de resultados.

O senhor acha que o eleitor foi mais consciente para as urnas neste ano?

De maneira geral sim, mas, por exemplo, em Campo Mourão, tanto o Douglas quanto Marcio e o Rubens diminuíram a votação na cidade e aumentaram a votação dos candidatos de outras cidades dentro da nossa cidade. Isso não foi bom. Nessa eleição, foi em torno de 10.000 votos a menos para deputados da nossa cidade.

Qual a expectativa para o segundo turno entre Haddad e Bolsonaro?

Expectativa de vitória do Bolsonaro.