Campo Mourão

Unimed inaugura hospital próprio e abre 38 leitos na rede privada

Inauguração reforça processo de verticalização de atendimentos da Cooperativa.
Presidente Eloy Fuzii e o vice-presidente Denis Aranha fazem descerramento da fita de inauguração (Foto: Walter Pereira)

A Unimed inaugurou na noite dessa sexta-feira (20) o seu próprio hospital, que acrescentará mais 38 leitos à rede privada em Campo Mourão. A unidade, localizada na rua São Paulo, antiga Policlínica São Marcos, oferece leitos clínicos, cirúrgicos, obstétricos e pediátricos. Campo Mourão é a 7º cidade do Paraná a contar com hospital da Cooperativa Médica. A inauguração reuniu médicos cooperados, colaboradores, e autoridades políticas municipais, como o prefeito Tauillo Tezelli além de vereadores.

O médico Eloy Fuzii, presidente da Unimed de Campo Mourão, destacou que a inauguração do hospital próprio da cooperativa é um ‘sonho de muitos anos’. “Hoje posso dizer que é um primeiro sonho realizado porque além desta estrutura estamos também construindo o nosso outro hospital com uma estrutura maior no jardim Bela Vista - próximo a Santa Casa. Mas aqui começa o nosso sonho”, ressaltou.

Foram investidos na primeira fase de reformulação e reformas do hospital, cerca de R$ 500 mil. Está prevista também uma segunda etapa da obra, cujo investimento será de mais R$ 500 mil, perfazendo um total de R$ 1 milhão. Fuzzi destacou que o Hospital Unimed Centro não terá atendimentos de Urgência e Emergência. A unidade prestará serviços na área de cirurgias de baixa e média complexidade e cirurgias pré-agendadas. Não terá, por exemplo, atendimento de traumas, acidentes, infartos ou gestação de alto risco.

O vice-presidente da Unimed, Denis Aranha, destacou que o Hospital Centro é ‘muito importante’ para a cooperativa, porque passará a garantir qualidade no atendimento uma vez que o serviço não será terceirizado. “Nós mesmo vamos oferecer o serviço de saúde que o cliente contratou conosco”, argumentou. Ele comentou que a verticalização (atendimento próprio) da Unimed Campo Mourão já vem acontecendo há algum tempo e que a inauguração do Hospital Centro é “mais um passo importante” neste processo.

Aranha afirmou que a Unimed adotou no hospital protocolos de atendimento tanto clínico quanto cirúrgico. Um protocolo bastante importante que será adotado, por exemplo, é da cirurgia segura. É uma norma internacional de cuidados a serem adotados em pacientes que serão submetidos a cirurgias, tanto pré como intra e após o procedimento para que possa tudo transcorrer com a maior segurança possível.

Quanto ao “Hospital Dia”, que será implantado na estrutura, ele disse a instalação iniciará entre 60 a 90 dias dentro da segunda etapa de reforma da unidade. Ele detalhou que outra ala será readequada para o serviço, recebendo alguns leitos de observação onde o paciente será internado, submetido ao procedimento cirúrgico, feito sua recuperação e liberação no mesmo dia. Serão destinados em torno de 6 a 7 leitos para o serviço. A meta é inaugurar a estrutura do “Hospital Dia” até o fim deste ano.

O vice-presidente da cooperativa acrescentou ainda que com a inauguração do hospital próprio, a Unimed pretende também aumentar a sua carteira de clientes que procuram pelo serviço, assim como já aconteceu com a implantação do Pronto Atendimento na Santa Casa, há 18 meses, aumentando significativamente planos de saúde oferecidos na área de pediatria. “A estrutura do nosso Hospital Centro realmente ficou muito boa. Acredito que quem vier a ser atendido aqui vai gostar muito, tanto em consulta, cirurgia e internamento clínico. Acho que é um passo muito grande que a cidade vai dar, e estou muito feliz por isso”, avaliou Aranha.