Policial

Vândalos tentam incendiar unidade de saúde em Roncador

É a terceira vez em um ano que a UBS sofre ataques.
Unidade teve porta de vidro quebrada e parte da mobília queimada

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Felipe Kovalek, no Jardim Anchieta, em Roncador, vem sofrendo com o ataque de vândalos no município. E a população é a mais prejudicada com a ação, já que o atendimento acaba comprometido. Desta vez, os criminosos tentaram incendiar a unidade, que teve uma porta de vidro quebrada e parte da mobília queimada.

O ato criminoso aconteceu na terça-feira (12). Ontem, a prefeita da cidade, Marília Perotta Bento Gonçalves (PSDB), divulgou uma nota pública lamentando o fato. De acordo com a prefeita, do ano passado para cá, esta é a terceira vez que a UBS sofre atos de vandalismo, sendo este último o mais grave de todos.

De acordo com a nota, recentemente o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Pedro Gluchak, no mesmo bairro, também foi alvo de vândalos. Em ambos os casos, as ações foram apenas de danos ao patrimônio, ou seja, não houve roubo de objetos. A prefeitura informou que os prejuízos do último ataque ainda estão sendo calculados.

“Seria imensurável caso os responsáveis atingissem o objetivo de incendiar e destruir completamente aquela Unidade de Saúde. Certo também é que os prejuízos serão suportados principalmente pela população do Jardim Anchieta, que poderá ficar sem o atendimento por algum tempo até a recuperação do prédio”, disse a prefeita no documento encaminhado à imprensa.

De acordo com a prefeitura há monitoramento com alarmes no local, mas não foram disparados, apesar da gravidade dos atos de vandalismo. A prefeita informou que está providenciada uma licitação para contratação de monitoramento por câmeras para identificar os autores e inibir a ação de vândalos.

Ainda conforme a administração, a Polícia Militar (PM) foi acionada e já tem pistas dos suspeitos, assim como a Polícia Civil. “Atos de vandalismo contra serviços públicos trazem prejuízo aos usuários e o sentimento de indignação de todos. Diante da situação, conclamo a toda a população a colaboração para identificação dos culpados”, pediu a prefeita na nota.