Campo Mourão

Vasta pauta foi discutida na reunião mensal do Conseg

Com a presença das principais autoridades locais ligadas ao setor, além de lideranças da comunidade, o Conselho Comunitário de Segurança de Campo Mourão (Conseg) realizou sua reunião mensal na noite desta quarta-feira (15/5), no auditório da Associação Comercial e Industrial (Acicam), sob a presidência do advogado Andrey Legnani. A pauta incluiu a apresentação de relatório pelos órgãos de segurança pública sobre as atividades desenvolvidas ao longo de últimas semanas, relato de projetos em elaboração ou andamento e a discussão de diversos problemas relacionados ao setor enfrentados pelos mourãoenses.

Na abertura do encontro, o comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar, major Júlio Cesar Vieira da Rosa, adiantou que foi intensificado o trabalho de abordagem, com a elevação do número de detenções. Também flou sobre as gestões desenvolvidas com o objetivo de conseguir o imóvel antes ocupado pelo Sport Club para ampliar o quartel do 11º BPM, inclusive já pensando na instalação do Pelotão de Choque e de canil. Discorreu ainda sobre as parcerias firmadas e em negociação para mobiliar adequadamente as novas instalações da Escola de Formação de Soldados.

Em seguida foi a vez do delegado chefe da 16ª Subdivisão Policial, Nilson Rodrigues da Silva, apresentar relato dos trabalhos realizados. Foi sua primeira participação em reuniões do Conseg. Explicou que a cadeia pública está com 250 presos “o que prova que a Polícia trabalha”, concluiu.

O chefe da 8ª Ciretran, Leandro Cristiano da Silva, alertou sobre o elevado número de acidentes registrados todos os meses no trânsito de Campo Mourão e destacou as ações de caráter educativo da campanha Maio Amarelo. Anunciou ainda que o chefe do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), coronel Cesar Vinícius Kogut, estará em Campo Mourão no final do mês, onde vai inaugurar as reformas executadas na 8ª Ciretran e também participará de Fórum Municipal de Trânsito.

O Corpo de Bombeiro foi representado pelo aspirante André Bueno, que também chamou a atenção para o grande número de acidentes de trânsito em Campo Mourão e enumerou ações da campanha Maio Amarelo. Falou também sobre a locação de edículas para a realização de festas e a execução de projeto para a construção do novo quartel da corporação no terreno ocupado atualmente pelo escritório regional do DER.

Já o presidente da Acicam, Alcir Rodrigues da Silva, afirmou que o trânsito local está ultrapassado há muito tempo. Cumprimentou ainda a Polícia Civil e a Polícia Militar pela rápida elucidação do latrocínio em que foi vítima o empresário Valdenir Rodrigues Conti Junior e destacou a mobilização de sociedade civil organizada para reivindicar do Governo do Estado ações efetivas no sentido de suprir às inúmeras carências enfrentadas pelos órgãos de segurança instalados em Campo Mourão. Também falou sobre a contratação de um profissional especializado em trânsito para estudar o sistema viário urbano, detectar as deficiências existentes e apresentar propostas para equacionar as deficiências.