Explore ao máximo seu pontecial
A lendária conquista do Polo Sul

Em 1911, dois grupos de exploradores partiram em uma missão inacreditável. Embora tenham utilizado estratégias e rotas diferentes, os líderes das equipes tinham o mesmo objetivo: SER o primeiro da história a chegar ao polo sul. As histórias deles são exemplos de vida ou morte da lei da navegação.

Um grupo era liderado pelo explorador norueguês. Ironicamente, ele no início não pretendia ir à Antártida.  Seu desejo era ser o primeiro homem a chegar ao Polo Norte. Mas quando descobriu que Robert chegaria antes dele, mudou para o outro extremo da Terra.

Norte ou Sul, ele sabia que seu planejamento seria bem-sucedido.

Amundsen mapeou seu rumo cuidadosamente. Ele estudou os métodos dos esquimós e determinou que a melhor providência seria transportar todo o equipamento e todos os suprimentos em trenós puxados por cães. Ao montar sua equipe, ele convidou esquiadores experientes e treinadores de cães. Sua estratégia era simples. Os cães fariam a maior parte do trabalho enquanto o grupo viajava de 24 a 32 quilômetros em um período de seis horas todos os dias. Isto permitiria aos cães e aos homens muito tempo de descanso diário antes da jornada d dia seguinte.

A premeditação e o cuidado de Amundsen com os detalhes foram inacreditáveis. Ele levara em conta todas as possibilidades da viagem, refletira sobre elas O pior problema que eles tiveram na viagem foi um dente infeccionado que precisava extrair de um dos homens.

A outra equipe era liderada por Scott, um oficial da marinha britânica que já fizera algumas explorações na região da Antártida.

A expedição de Scott era a antítese daquela de Amundsen. Em vez de usar trenós puxados por cães, Scott escolheu usar trenós motorizados e pôneis. Após somente 5 dias os trenós pararam de funcionar. Os animais também não se saíram muito bem naquelas temperaturas geladas. Quando chegaram aos pés das montanhas Transantárticas, todos os animais tiveram de ser sacrificados. Por consequência, os homens da equipe tiveram que puxar os trenós de aproximadamente 100 quilos. Foi um trabalho árduo.

Scott também não dera a devida atenção aos outros equipamentos da equipe. Todos os homens tiveram queimadura de frios. Um homem precisa de mais de uma hora só para conseguir colocar suas botas por causa dos seus pés inchados e gangrenados. Todos desenvolveram cegueira de neve por causa dos óculos inadequados que Scott fornecera a eles.  A equipe sempre teve falta de comida e água. Isso se devia às falhas de planejamento de Scott. Em cima da hora, ele decidiu levar um quinto homem, embora ele só tivesse planejado suprimento para quatro.

Após 1300 quilômetros em dez semanas, o exaurido grupo de Scott finalmente chegou ao Polo Sul, no dia 17 de janeiro de 1912.  Lá eles encontraram a bandeira da Noruega e uma carta de Amundsen. A outra equipe bem liderada os tinha superado a mais de 04 semanas.

A viagem de volta foi ainda pior, Scott e seus homens estavam famintos e sofriam de escorbuto, mas Scott ignorava o sofrimento da equipe. Com o tempo acabando e a comida esgotada Scott insistiu que eles coletassem 15 quilos de amostras geológicas para levar.

A viagem de volta já durava 2 meses, e eles estavam a 240 quilômetros da sua base. Eles morreram ali. Nós só conhecemos a sua história porque eles passaram as últimas horas atualizando seus diários.

História real e riquíssima em conteúdo!

Não resta dúvida que Scott tinha coragem, mas não soube valorizar a importância do planejamento. E como foi incapaz de considerar a grandiosidade de sua obra, ele e seus companheiros pagaram com a vida.

Vamos refletir juntos?

  • O que aprendemos com a história da conquista do Polo Sul?
  • Qual foi a principal diferença entre a equipe de Amudsen e Scott?
  • É possível aplicar estas reflexões na sua vida?

Conheci a história da Conquista do Polo Sul, a pouco, e desde então venho aplicando em minha vida e compartilhando em palestras, eventos, processos de coaching, redes socias e não poderia deixar de compartilhar aqui no Blog.

E e fez sentido para você e você extraiu alguma mensagem dela, deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos.

E como afirma Maxwell Os principais obstáculos a um planejamento bem-sucedido são medo da mudança, ignorância, incerteza e falta de imaginação.

Excelente Semana!!!!

Fonte:

As 21 irrefutáveis leis da liderança de John Maxwell

http://www.superinteressante.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=1242:duelo-no-gelo&catid=9:artigos&Itemid=83