Sociedade e Desenvolvimento
Perspectivas para 2018

Aquele que não luta para ter o futuro que quer deve aceitar o futuro que vier.

Na última coluna de 2017, apresentamos um Balanço com as principais realizações do primeiro ano à frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão.

Hoje, a proposta é apresentar as perspectivas para 2018, projetos os quais já estamos trabalhando para viabilização.

CASA DO EMPREEDEDOR 2.0 – A criação da Casa do Empreendedor teve como objetivo criar um ponto de referência a todo aquele cidadão que pretende investir em Campo Mourão, seja como MEI, Micro ou Pequena Empresa, para que possa, em um único espaço, iniciar e tramitar o processo necessário para regularização de sua atividade. Em 2018, além dos serviços já prestados hoje aos MEI´s e Banco do Empreendedor, vamos reunir em um único espaço o atendimento do Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Alvará, enfim, todo o processo tramitará em um único local. Com isso, além de terminar o que eu venho chamando de Turismo do Carimbo – onde o cidadão anda por diversos órgãos à busca de carimbos e autorizações – vamos acelerar o processo, pois não haverá mais protocolos e malotes de uma Secretaria para outra.

FEIRA NA PRAÇA – Através da Divisão de Turismo da Secretaria, criamos a Feira da Economia Criativa, que realizou algumas edições em 2017. Após o Carnaval, a Feira se torna semanal, e reunirá aos domingos na Praça São José diversas atividades ligadas à Economia Criativa. Artesanato, Alimentos Artesanais e Orgânicos, Antiguidades, Coleções, Artes em geral terão espaço para reunir os mourãoenses no Centro viabilizando entretenimento e negócios.

NOVOS TERRENOS – A partir da aprovação da Lei nº 3878, em novembro de 2017, que autoriza o Executivo Municipal a alienar bens imóveis, visando à implementação de políticas de incentivo à industrialização, estamos realizando credenciamento e avaliação de projetos de Empresas que queiram instalar-se no Município, e que poderão obter subsídios de 10 a 80% no valor dos terrenos, além de carência e parcelamento para pagamento. Em 2018 acontecerão mais leilões, à medida que consigamos liberar novos terrenos para esta finalidade.

CEITEC – também já foi abordado na coluna de 12/12/2017, e temos a meta de viabilizá-lo em 2018 com as primeiras start-ups incubadas. Temos o desenho do processo de geração de ideias e projetos de novas empresas de tecnologia – alguns já realizados em 2017, como o Empreende Week – e o Ceitec as abrigará até seu desenvolvimento para o mercado.

FEIRA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – o Empreende Week – Semana de Inovação e Tecnologia será transformado em uma Feira de Ciência e Tecnologia, realizada no Parque Industrial, que reunirá Escolas Públicas e Privadas, Universidades, Empresas, Mostra de Ciências, Visitas a Laboratórios, Palestrantes, Hackathon, enfim, uma vasta programação que poderá mostrar o potencial criativo e inovador de Campo Mourão.

PARQUE DAS PEQUENAS INDÚSTRIAS – Talvez a mais difícil das metas, em função do processo burocrático, elaboração de projetos executivos e viabilização de recursos, é a criação de um novo parque industrial, voltado a pequenas indústrias. Temos em Campo Mourão uma vasta gama de pequenas empresas, muitos Micro Empreendedores que trabalham hoje em condições precárias, e buscam condições de investir em maior espaço para seus empreendimentos. Seguindo a mesma metodologia dos atuais terrenos, serão disponibilizados com subsídios, carência e parcelamento para pagamento.

Temos adotado uma Política de apoio a Pequenos Negócios, Inovação e Tecnologia – e sem deixar de lado as oportunidades de atração de indústrias e novas empresas – cremos em uma política consistente de valorização de nosso empreendedor como aposta de Desenvolvimento Econômico para Campo Mourão. Votos de um 2018 de muito sucesso!

___

Carlos Alberto Facco - Secretário de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão | [email protected]