José Eugênio Maciel
Plug 15 anos, o Paraná te vê

PLUG 15 ANOS, O PARANÁ TE VÊ

Minha Terra tem Pinheiro,
Onde canta a Gralha Azul.
Os Pinheiros ainda semeiam,
Mas as Gralhas, nunca vi.

Os rios que aqui permeiam,
Não tem mais o mesmo azul.
Quanta vida, quanta água,
Desperdiçada ou mal tratada.

Minha terra é tão linda,
tem bicho do Paraná.
Tem um povo trabalhador,
de uma cultura exemplar.

Simone Martins – Pinheiro do Paraná

O Paraná te vê. Nós parananenses vemos e somos espelhados nas imagens do Plug. Há 15 anos o programa foi exibido pela primeira vez, em agosto, pela RPC TV, afiliada da Rede Globo no Paraná.

Cada programa exibido é como a nossa gralha azul que sai a enterrar a pinha, e, como a ave não consegue depois comer todas elas, viram sementes, frutos que se tornarão majestosos pinheirais nativos, nosso símbolo como ser e estar paranaense. O Plug é nossa Araucária imponente, autêntica que contempla a história e a atualidade.

Cada lugar, município, urbano, rural, região, é apresentado com informações de suas origens históricas, contextualização, etimologia do nome, são aulas da própria história, geografia, trajetória de existência.

Entrevistas, depoimentos, pessoas que enaltecem as tradições, curiosidades de todos os pontos do Paraná. As bem cuidadas imagens editadas chamam a atenção do telespectador, natureza, pontos turísticos, tanto das nossas metrópoles quanto das pitorescas comunidades.

Não faltam a fé, lugares de congregação religiosa, assim como estão sempre presentes o folclore, a tradição, música, dança, artes cenas, o esporte e a colunária, se destacam receitas de doces e salgados, receitas de confraternização e irmandade.

Passando aos sábados, início da tarde, é como se tivéssemos em mão uma linda enciclopédica ilustrada, fotos, mapas, gráficos, textos primorosos e didáticos, do Paraná, abrimos páginas entrelaçamos com a dinâmica de nossos irmãos paranaense.

Plug é o encontro familiar, gerações reunidas na varanda, na sala para saborear uma refeição ou em dia de festa, amigos a comungar a vida no quintal, no campo ou no da cidade, embevecidos pela satisfação de sermos todos do Paraná, terra de todas as etnias, de todos e diversos retratos, uma galeria que no Plug é registro e é a promoção do espírito fraternal. s 15 anos é só o começo.

Fases de Fazer Frases

Melhor seria que o melhor sempre seja.

Olhos, Vistos do Cotidiano

Projeto de Lei contra abuso de autoridade passou no Senado. Até aqui, feito por autoridades que não querem abuso contra elas. Abuso, a quem não tiver colarinho branco.

Fiapo e Ferpa

É gritante o silêncio covarde.

Reminiscências em Preto e Branco (I)

Londrina se prepara para realizar um dos mais importantes encontros do teatro da América do Sul, o FILO – Festival Internacional de Londrina. Será a 50ª edição. A falta de patrocínio, ano passado, resultou no cancelamento. Agora o espetáculo será para marcar meio século de história.

Assim como após a reconstrução do magnífico Cine Teatro Ouro Verde, que pegou fogo e foi reconstruído, a restauração remete a Fênix, que ressurgiu das cinzas. Nada melhor do que o FILO, Londrina e o Paraná como palco do pulsar da nossa cultura.

Reminiscências em Preto e Branco (II)

Em preto e branco, chiados, chuviscos, o televisor era móvel da sala. Assistir tevê deixava o telespectador imóvel. O controle remoto de hoje não lembra mudança manual de canal, tempo remoto, imagem congelada no tempo hoje imaginado de lembrança.

José Eugênio Maciel | [email protected]