Coluna ADI Paraná
Sesc 73 anos

O presidente da Fecomércio, Darci Piana, comemorou os 73 anos do Sesc. Ao longo dos anos, Piana destaca que a missão do Sesc foi ampliada e incorporou programas de ação social e o atendimento à população carente. "No Paraná, o Sesc construiu sua história e conta hoje com 38 pontos de atendimento, seis unidades móveis, seis em construção e três em fase de projeto. Os números são excepcionais: apenas um dos programas, o Mesa Brasil, arrecadou 2.120.847 quilos de alimentos, em 2018 no Paraná, distribuídos à 135.835 pessoas".

Vacina

O Ministério da Saúde enviou ao Paraná apenas metade das doses necessárias para a vacinação mensal da BCG. São necessárias 90 mil doses por mês, mas o ministério enviou 45 mil vacinas para setembro. Várias cidades devem reorganizar o cronograma de vacinação para evitar desperdícios. Em agosto, também foram recebidas menos doses do que o necessário. Foram enviadas cerca de 29 mil vacinas.

Segurança

Em reunião ontem, representantes da prefeitura, Câmara de Vereadores e do Judiciário defenderam a construção de uma casa de custódia para desafogar a superlotação na delegacia de polícia de São Miguel do Iguaçu. A construção da unidade, em local a ser definido, pode atender outras cidades da região.

Também na pauta, a construção de uma nova sede do fórum de justiça e o quartel do Corpo de Bombeiros que podem ser edificados no "campo comercial” da cidade.

Redução

Para incrementar o turismo em queda, o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, reduziu impostos sobre 162 produtos vendidos em Ciudad del Este. A redução de tarifas, em média, de 6% a 9%, faz parte pacote de medidas para impulsionar o comércio de fronteira.

Chega de vaquinha!

A Assembleia Legislativa aprovou requerimento do deputado Soldado Fruet (Pros) que solicitou ao Estado medidas para que os policiais militares que vierem a sofrer ferimentos em serviço possam contar com assistência ou internação domiciliar. "Chega de vaquinha! O home care é mais um entre vários benefícios que estou pleiteando para melhorar as condições de trabalho e amparar os policiais militares que se dedicam e arriscam suas vidas enfrentando a bandidagem para proteger a população”.

Injustiças

O deputado Ricardo Barros (PP) defende as medidas previstas na lei de abuso de autoridade e na comissão que trata sobre improbidade administrativa, defendeu também os prefeitos. "Estamos vendo muitas injustiças cometidas contra gestores públicos. Só queremos que a justiça aja dentro da lei".

Emergência alimentar

As coisas não estão fáceis na Argentina. A Câmara dos Deputados aprovou projeto que estende a "emergência alimentar" até o final de 2022 - aumento de 50% dos recursos no valor de 10 bilhões de pesos (R$ 137 milhões). O país enfrenta uma profunda crise econômica e social. Em 2018, a pobreza atingiu 32% da população e os sem-teto eram 6,7%. Estima-se no, que final de 2019, esses percentuais chegam a 38% e 10%. O projeto aprovado seguiu para o Senado.

Podemos

O senador Alvaro Dias (Podemos) pode disputar a presidência do Senado em 2021. Para isso, articula trazer para a legenda os senadores Antonio Reguffe (DF), Flávio Arns (PR) e Major Olímpio (SP) e a senadora Selma Arruda (MT). O partido já é a segunda maior bancada da Câmara Alta.

Escola Sem Partido

O projeto de lei do Programa Escola Sem Partido entra na pauta de votações da Assembleia nesta segunda-feira (16). A proposta dos deputados Ricardo Arruda (PSL) e Felipe Francischini (PSL) será votado em primeiro turno e prevê que cartazes sejam colocados nas escolas do Paraná, determinando limites aos educadores para evitar “doutrinamento” em salas de aula.

Future-se

O Future-se será debatido na terça-feira, 17, na Comissão de Educação do Senado. O programa prevê ampliar a participação de recursos privados como parte das receitas disponíveis às universidades. O contingenciamento de recursos que atinge o setor será outro tema em discussão. O MEC diz que o programa promove autonomia financeira às universidades e institutos federais por meio de captação de recursos próprios e ao empreendedorismo.

Transformação e União

O prefeito Santin Roveda (PL) lançou o programa Transformação em União da Vitória com R$ 30 milhões em obras entre o segundo semestre deste ano e 2020. Um dos principais destaques e a pavimentação de 50 quilômetros de asfalto."Eu quero asfaltar a cidade inteira porque há 15 anos que não se tem um programa tão robusto e com tanta intensidade". Além do asfalto, o programa prevê revitalização de escolas, instalação de novos pontos de ônibus, obras de infraestrutura turística, revisão do plano diretor, entre outros projetos.

Da Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.