Região

Conferência encerra hoje campanha municipal de prevenção às drogas

A cidade de Quinta do Sol realiza nesta quinta-feira (8) uma Conferência Municipal Antidrogas. Com o tema “Felicidade real é viver sem droga”, o evento marca o encerramento da Campanha Municipal de Prevenção às Drogas que vem sendo realizada pelo município desde junho deste ano. A ação está sendo desenvolvida em parceria com as secretarias de Ação Social e Educação, escolas, e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A conferência terá três etapas com a primeira iniciando às 8h30. Será realizado um encontro no salão paroquial da igreja matriz com 300 alunos do Colégio Estadual São Judas do período matutino. Na ocasião, profissionais da prefeitura farão uma discussão com os participantes repassando orientações.

“Teremos pessoal técnico da saúde, membros das igrejas, pastores, e padres. Está previsto um ciclo de orientações com temas diferentes”, explicou o diretor de Projetos Sociais do município, Carlos Deonísio Flores. Segundo ele, a segunda etapa, começa às 13h30 com 150 alunos também do Colégio, mas do período da tarde.

Às 18 horas jovens que fazem parte dos projetos do CRAS farão uma caminhada simbólica pela Avenida Centauro com acompanhamento de carro de som para falar a respeito das drogas. Já às 19 horas, será realizado um encontro no Centro de Eventos Municipal, onde as famílias de jovens e estudantes estarão presentes. Na ocasião será feito o sorteio de alguns prêmios. “Neste evento alunos e familiares receberão orientações de prevenção às drogas”, frisou Flores.

Ele lembrou que desde o início da campanha foram realizadas várias atividades envolvendo estudantes da rede municipal e estadual. A ação foi desenvolvida em três ciclos: trabalhos realizados em sala de aulas com professores e alunos; rodas de conversas com os alunos; e a saída dos alunos e professores às ruas da cidade com a distribuição de materiais de orientação ao combate às drogas. “O objetivo da campanha é prevenir através da conscientização os resultados das drogas lícitas e ilícitas na vida de uma pessoa. Neste período fizemos essa reflexão com os alunos”, comentou o diretor de Projetos Sociais do município.

Flores fez uma avaliação positiva da campanha e disse que apesar do encerramento os trabalhos continuam no município. Segundo ele, a ação integrou diversos setores municipais como profissionais da saúde, assistência social, e educação. “Com os alunos das escolas municipais foram feitos trabalhos em sala de aula que serão apresentados hoje à noite”, frisou. Segundo ele, a forma como as ações foram desenvolvidas dentro da campanha gerou o envolvimento de todos os alunos. “Não teve como eles não participarem. Começamos com palestras em sala por sala de aula. Fomos para a segunda fase onde trabalhamos separadamente com os meninos e meninas para profundar os assuntos”, citou.

Além disso, Flores comentou que os alunos e professores visitaram o comércio local para orientar os comerciantes quanto à proibição da venda de bebidas entre outros tipos de drogas lícitas a menores de idade. “A forma como abordamos o assunto tornou o trabalho muito interessante. Acredito que alcançamos o nosso objetivo”, acrescentou.