Esportes

Em Paris, PSG faz 8 a 0 no Dijon com quatro gols de Neymar e recorde de Cavani

O Paris Saint-Germain chegou aos 56 pontos e abriu 11 do segundo colocado Lyon.

À medida que as rodadas passam, o Paris Saint-Germain fica mais perto do titulo do Campeonato Francês. Sobrando na competição, o time de Neymar e companhia massacrou o Dijon ao golear o adversário por 8 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, pela 21.ª rodada.

A vitória contou com quatro gols e duas assistências de Neymar, que teve a sua melhor atuação com a camisa do Paris Saint-Germain, dois gols de Di Maria e outro de Cavani, que igualou o sueco Zlatan Ibrahimovic como maior artilheiro da história do clube francês, agora com 156 gols. Mpabbé entrou no segundo tempo e também deixou o seu. Com a atuação memorável, Neymar chegou a 15 gols em 15 jogos no Campeonato Francês.

Com mais uma vitória, a 18.ª na competição, o Paris Saint-Germain chegou aos 56 pontos e abriu 11 do segundo colocado Lyon, que venceu o Guingamp fora de casa e assumiu a vice-liderança, um ponto à frente do Olympique de Marselha, que derrotou o Strasbourg em casa por 2 a 0 e subiu para o terceiro lugar. O Monaco, antes vice-líder, caiu para o quarto lugar com o empate por 2 a 2 com o Nice, em casa. O Dijon é o 11.º colocado com 25 pontos, quatro a mais que o Troyes, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Antes da partida, o telão exibiu uma homenagem ao meia brasileiro Ronaldinho Gaúcho, que se aposentou oficialmente dos gramados na última terça-feira e brilhou com a camisa do clube francês no início dos anos 2000.

Como de costume no estádio Parque dos Príncipes, o Paris Saint-Germain, sem Mbappé, na reserva, e com o trio de ataque formado por Di Maria, Neymar e Cavani, começou a partida em cima do adversário, pressionando, o que rapidamente deu resultado. Em boa fase, Di Maria abriu o placar logo aos três minutos, com um belo chute que entrou no ângulo esquerdo de Reynet. Aos 14, mais um gol de Di Maria, que completou bela jogada de Neymar. A bola sairia, mas, mesmo assim, o argentino teve que explicar por que tocou na bola e "roubou" o gol do brasileiro.

Seis minutos mais tarde, foi a vez de Cavani aparecer para completar belo cruzamento de Di Maria e cabecear no canto. O gol fez com que o uruguaio igualasse a marca de Ibrahimovic como maior artilheiro da história do Paris Saint-Germain. Faltava Neymar. No fim do primeiro tempo, o brasileiro ampliou o placar em bela cobrança de falta, que deixou imóvel o goleiro adversário.

A segunda etapa começou como terminou a primeira: com show de Neymar. O brasileiro recebeu um presente para marcar o quinto gol, em chute rasteiro, no canto, e fez o sexto de forma espetacular. Ele passou por três marcadores na velocidade, chegou à frente da área, puxou para a direita e chutou cruzado para vencer o goleiro e protagonizar um golaço.

O show não tinha final. Aos 32 minutos, Mbappé, que entrou na vaga de Di Maria, recebeu de Neymar e chutou de primeira para fazer o sétimo gol. No fim da partida, ainda sobrou tempo para Cavani ser derrubado dentro da área e sofrer o pênalti.

Se Cavani fizesse, passaria Ibrahimovic e se tornaria o jogador com mais gols da história do Paris Saint-Germain. Mas Neymar pegou a bola e converteu a cobrança para marcar o seu quarto gol na partida e dar número finais ao passeio.