Esportes

Norte/Noroeste representado por três equipes no Paranaense de Futebol

Londrina, Maringá Futebol Clube e Cianorte. Estes são os três representantes destas regiões no Paranaense de Futebol 2019.
Germano representa experiência no Londrina para o Torneio Estadual Paranaense em 2019, competição que o atleta disputará pela décima vez (Foto: Gustavo Oliveira/ Arquivo Londrina EC)

Londrina, Maringá Futebol Clube e Cianorte. Estes são os três representantes das Regiões Norte/Noroeste Paranaense no Campeonato Paranaense de Futebol – Divisão Principal neste ano de 2019. Dentre os três, o último campeão estadual é o Londrina, que faturou a taça em 2014, ao vencer na final exatamente o Maringá. Em 2015, um ano após, voltou a eliminar o rival da competição, mas aí nas quartas de final. O Cianorte, mesmo com boas campanhas ao passar dos anos, ainda busca esta glória, e para isto este ano montou um time com jogadores experientes.

O último campeão da Região Noroeste foi o Atlético Clube Paranavaí, o ACP, que venceu o Estadual em 2007, derrotando o Paraná Clube na final, na última vez que uma equipe do interior paranaense conseguiu esta “proeza”. A equipe era comandada por Amauri Knevitz. Neste ano, o técnico do Paraná era o ex-goleiro Zetti, que fez história vestindo a camisa do São Paulo, onde foi bicampeão da Libertadores e do Mundial Interclubes. O goleiro do Paranavaí era Vanderlei, que atualmente defende o Santos. Basta relembrar que neste ano de 2007 as equipes da Capital Paranaense (Coritiba, Athletico Paranaense e Paraná Clube) não conseguiram sequer um triunfo ante o Vermelhinho, que atualmente encontra-se na Segunda Divisão Paranaense.

Um ano antes, em 2006, quem poderia conseguir esta proeza seria a ADAP de Campo Mourão, que superou o Athletico nas quartas de final e o Coritiba na semifinal, mas sucumbiu ante o próprio Paraná Clube na final, naquela que seria a última conquista estadual do Tricolor da Vila Capanema.

Para a disputa do Paranaense deste ano, o Cianorte contará com os experientes Léo Gago, Frontini e Emerson Conceição. A equipe será comandada pelo técnico Christian de Souza. Sua estreia é neste domingo, 17 horas, contra o Londrina, no Estádio Albino Turbay, em Cianorte. O maior trunfo do “Tubarão” para a temporada foi a manutenção do veterano atacante Dagoberto, que foi o comandante da reação alviceleste na Série B Nacional em 2018, saindo das últimas posições para ficar muito perto do Acesso à Série A, o que acabou não se concretizando.

Para a disputa, o Londrina utilizará uma equipe alternativa, repetindo o que o Athletico já vem fazendo há alguns anos. O experiente volante Germano é um dos únicos considerados “veteranos”, além de Dagoberto, que também deverá defender o a equipe durante a competição, que deverão compor o elenco londrinense nesta disputa. Será a décima participação de Germano no Paranaense 2019.

Por último, o Maringá estreia neste domingo contra o Rio Branco de Paranaguá, 17 horas, no Estádio Willie Davids. Pode-se dizer que a maior atração maringaense está no banco de reservas, ou na “casamata”, como se diz em Santa Catarina, de onde é originário o técnico Edemar Antônio Picoli, que vai ser o comandante do time da Cidade Canção neste certame. Catarinense de Caibi, Picoli, como atleta, fez história no Juventude, onde foi campeão da Copa do Brasil no ano de 1999.

As maiores novidades maringaenses em relação à disputa estadual do ano passado foram às ações de marketing. Além de um novo mascote, já que a “Zebra” deu lugar ao “Cachorrão”, o time de Maringá ganhou uma nova “logomarca”. Além disso, antes dos jogos da equipe em seus domínios, várias atrações, seguindo os moldes das Fan Fests que são realizadas em eventos como a Copa do Mundo, serão proporcionadas aos torcedores, como atrativo de “esquenta” antes dos jogos. Em campo, quem permanece é o zagueiro-artilheiro Alex Fraga, que dará um toque de experiência ao time maringaense.

O Maringá está no Grupo A da competição, junto com o Foz do Iguaçu, o Londrina, o Toledo, o Operário e o Athletico. O Cianorte compõe o Grupo B, que também tem a presença de Cascavel Clube Recreativo, Coritiba, Futebol Clube Cascavel, Paraná Clube e Rio Branco de Paranaguá.

Na sequencia da Primeira Taça do Estadual, denominada “Barcímio Sicupira”, a sequencia de adversários do Maringá é o Coritiba (quarta-feira), 20 horas, em Curitiba; Paraná Clube (domingo, 27), em Maringá; Cianorte (quarta-feira, 30), em Cianorte; Cascavel Clube Recreativo (3 de fevereiro), em Cascavel; e Futebol Clube Cascavel, 10 de fevereiro, em Maringá.

O Londrina encara ainda nesta primeira taça o Cascavel Clube Recreativo, quarta-feira, em Cascavel; o Futebol Clube Cascavel, no domingo próximo, em Londrina; o Rio Branco, dia 30, em Londrina; o Coritiba, 2 de fevereiro, em Curitiba e o Paraná Clube, 10 de fevereiro, em Londrina. O Cianorte ainda joga com o Operário, quarta-feira, em Cianorte; Foz do Iguaçu, no próximo domingo, em Foz do Iguaçu; o Maringá, dia 30, em Cianorte; o Toledo, no dia 3 de fevereiro, em Toledo e o Athletico, 10 de fevereiro, em Curitiba.