Campo Mourão

OAB de Campo Mourão realiza eleição para presidente nesta quinta

A subseção da Ordem dos Advogados do Brasil OAB/Campo Mourão realiza nesta quinta-feira (22), das 9 às 17 horas, eleição para presidência da entidade. A votação será na própria sede da OAB. Este ano o pleito terá bate chapa. Os candidatos são o atual presidente, Renato Fernandes Silva Junior, que disputa a reeleição e Ramon Luiz Domingues, que figura como opositor. O concorrente Renato Junior encabeça a chapa “XI de agosto”, seu candidato a vice é o advogado Andrey Legnani. Já Ramon Domingues lidera a chapa “Algo Novo na OAB”, que tem como vice-presidente a advogada Shelly Nogueira.

A TRIBUNA ouviu ontem os dois candidatos que comentaram sobre o pleito. Pela chapa “XI de agosto”, o advogado Renato Junior disse que a expectativa é a ‘melhor possível’ para a eleição. “As respostas dos colegas têm sido estritamente gratificantes. Hoje [ontem] o telefone não parou de tocar, pessoas que eu nem esperava me ligaram”, comentou.

Junior informou que busca a reeleição para dar continuidade aos trabalhos realizados nos três anos deste mandato. Ele comentou que suas ações dentro da entidade têm como foco a OAB livre e apartidária, sem influência de outras instituições. “Nossa chapa é composta de advogados mais experientes e advogados jovens. E todas as decisões são tomadas após reflexão em conjunto. Esta é uma característica que pretendemos manter”, falou. “Destaco ainda a qualidade moral dos integrantes da minha chapa tanto dentro do exercício da advocacia como fora. Todos têm uma conduta impecável e isso nos motiva bastante”, emendou.

Novo

Já pela chapa “Algo Novo na OAB”, o candidato Ramon Luiz Domingues, comentou que tem sido bem recebido pelos advogados com a proposta de renovação e acredita em um resultado positivo na urna. “Eu vejo que várias pessoas estão com ânimo de renovação e alternância de poder. Vivemos também um momento político de renovação e acreditando nisso colocamos nosso nome à disposição”, declarou.

O jovem advogado comentou que se eleito buscará uma OAB mais presente na vida do advogado. “Nós percebemos os advogados um pouco carentes quando se trata de OAB, queremos mudar esta realidade”, afirmou ao avaliar que fez uma campanha ‘bem feita’ o que traz grandes chances de vitória. “Fizemos nossa parte e temos esperança”, ressaltou. Segundo ele, a entidade precisa ser mais atuante também perante a sociedade. “A OAB precisa ser mais efetiva e retomar o seu papel. Ao longo dos anos percebemos uma falta de engajamento que não faz bem a ninguém”, observou.

Votação

A eleição da OAB é realizada em urna eletrônica, cedida pela Justiça Eleitoral. Antes do início do pleito é feito uma auditoria na urna, com a impressão da zeresima, assim como acontece nas Eleições. O presidente eleito terá um mandato de 3 anos. A subseção da OAB de Campo Mourão compreende as comarcas de Mamborê, Peabiru, Engenheiro Beltrão, Barbosa Ferraz, Iretama, e Campina da Lagoa. Na região da Comcam, mais de 890 advogados estão inscritos na entidade.

Durante a eleição local, os advogados irão votar também para a eleição estadual da OAB/PR, cujos candidatos são Manoel Caetano Ferreira Filho, da chapa “Algo Novo na OAB”; e Cassio Lisandro Telles da chapa “XI de Agosto”. Em todo o Paraná, são 48 subseções. A estimativa é de que mais de 50 mil advogados ativos compareçam aos locais de votação.

Os advogados devem votar apresentando o cartão ou a carteira de identidade profissional, ou um dos seguintes documentos: RG, carteira de habilitação, carteira de trabalho ou passaporte. O voto é obrigatório, sob pena de multa de 20% do valor da anuidade caso não seja feita a justificativa, e para ter direito de votar é necessário estar em dia com as anuidades. Somente podem votar os advogados e advogadas adimplentes com a entidade.