Campo Mourão

Universidade de Harvard acompanhará projeto de Medicina do Integrado

O curso de Medicina do Centro Universitário Integrado garantiu uma importante conquista para os próximos anos. A estruturação e implantação das atividades educacionais de atendimento ambulatorial e do Internato do curso de Medicina serão acompanhados e aprimorados através de projeto aprovado junto à Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A parceria foi possível após a submissão de um projeto de inovação em educação médica que foi selecionado pela instituição norte-americana em uma seletiva internacional, em que concorreram projetos do mundo todo.

O projeto intitulado "A estratégia de implantação dos ambulatórios e do Internato como ferramenta para transformação de Médicos em Educadores" foi organizado pelos docentes do curso de Medicina do Integrado, Marco Aurélio Marangoni (coordenador do curso), Eufânio Estéfano Saqueti e Flávia Afonso Fuzii. O projeto foi enviado para o Harvard Macy Institute, que é um departamento da Universidade de Harvard dedicado a receber, gerenciar e implantar projetos inovadores em educação em saúde. O projeto da Medicina do Integrado, mesmo concorrendo com projetos das escolas mais tradicionais do mundo, foi selecionado para participar do Program for Educators in Health Professions.

O coordenador da Medicina do Integrado, Marco Aurélio Marangoni, será o responsável por fazer a interação, acompanhamento e discussão do projeto com os professores da Universidade de Harvard e demais participantes do Programa. Ele viaja em janeiro de 2019 para a primeira fase do projeto. "Por cerca de cinco meses, nós faremos esse acompanhamento do projeto com outros médicos do mundo todo. A ideia principal é aprimorar o projeto de implantação que nós já temos e no qual temos trabalhado intensamente. Esse acompanhamento por Harvard vai aprimorar nosso processo de formação e visa incorporar o que há de mais moderno em metodologias e boas práticas educacionais, em especial aquelas empregadas com sucesso nos melhores cursos de Medicina de todo o mundo", garante Marangoni.

Para o coordenador, a participação no Programa foi uma grande conquista e de extrema importância, principalmente pelo pouco tempo de vida do curso. "Nós não temos conhecimento de outro projeto brasileiro, de cunho institucional, que tenha sido aprovado ainda durante a implantação do curso. Isso, por si só, torna nossa responsabilidade ainda maior. Essa interação com Harvard nos permitirá encontrar e incorporar iniciativas que proporcionarão a melhoria da educação médica, o que é uma obstinação do Integrado, um desejo dos estudantes preocupados com uma formação de excelência e uma necessidade para a população", esclarece Marangoni. Nos ambulatórios, os acadêmicos terão a oportunidade de desenvolver e aplicar as habilidades cognitivas e profissionais que aprenderam nas salas de aula, nos laboratórios e no Hospital Simulado. "Já o internato é o estágio final e a oportunidade do acadêmico atuar profissionalmente, aprofundando seu conhecimento em todas as áreas da Medicina. O internato permite também que ele vivencie cada especialidade médica e, se assim desejar, escolha aquela que pretende seguir na carreira, após a graduação. Por isso é tão importante", afirma o coordenador.

Harvard Macy Institute

De acordo com o site oficial da Instituição, o Harvard Macy Institute é um departamento da Universidade de Harvard, criado em 1994, como uma incubadora internacional interprofissional para inovadores em educação em saúde. O Instituto tem se dedicado há mais de 20 anos para ser um canal de mudança na educação, criando comunidades inspiradoras da inovação, incluindo mais de 3.500 acadêmicos, representando mais de 800 instituições em todo o mundo. As inovações de ex-alunos estão aprimorando o atendimento de pacientes em todo o mundo.

O curso de Medicina do Centro Universitário Integrado está com inscrições abertas para o Vestibular 2019/1. Os interessados têm até o dia 28 de outubro para se inscreverem através do site medicinaintegrado.com.br. A prova ocorre no dia 18 de novembro de 2018.